quinta-feira, abril 8

Twitch se mobiliza para enfrentar casos de assédio fora da plataforma

Uma prática muito comum dentro do mundo dos games é a má conduta dos jogadores. Seja na jogatina online ou nas transmissões, infelizmente acontecem muitos episódios desagradáveis de assédio, brigas, ofensas de diversos níveis e, em alguns casos, tudo acaba extrapolando para outras esferas, inclusive criminais. Com isso em mente, a Twitch está se preparando para atualizar sua política de segurança para mitigar situações que ocorram fora da plataforma, em uma clara movimentação após ocorrências graves recentes.

A empresa diz que trabalha em melhorias em seu código de conduta desde janeiro e que, em parceria com escritórios de advocacia terceirizados especializados para investigação de casos fora da plataforma. Apesar da complexidade desses episódios, a Twitch garante a ajuda aos streamers e jogadores.

Com a reforma em sua política de conduta, a plataforma agora dividiu os comportamentos em dois níveis:


Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.

  1. Assédio fora da Twitch relacionado a um incidente que aconteceu na Twitch: ao analisar uma denúncia de assédio originada na Twitch, como comentários inapropriados no chat, também consideramos as declarações verificadas e relacionadas em outras redes sociais, se elas nos forem denunciadas.
  2. Comportamento fora da Twitch não relacionado a incidentes específicos na Twitch, mas que apresente um risco significativo à comunidade da Twitch: Isso inclui atitudes graves de ódio e ofensa, incluindo ameaças de violência em massa, assédio sexual infantil, liderança ou participação em grupos de ódio, entre outros.

Para denunciar anonimamente quaisquer casos de assédio, a Twitch segue com seu e-mail padrão e recomenda que seus usuários o sigam utilizando. De todo modo, caso alguma ocorrência aconteça fora da plataforma, o ideal, além de informar a plataforma, é procurar as autoridades imediatamente.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: