Press "Enter" to skip to content

Toffoli limita ao período da pandemia quebra de sigilo de empresa suspeita de lavagem

Power BI para Investidores

O ministro Dias Toffoli limitou a quebra e a transferência de sigilos telefônico, fiscal, bancário e telemático da agência de viagem Barão Turismo e do proprietário da empresa, Raphael Brandão, determinadas pela CPI ao período da calamidade pública causada pela pandemia. Ou seja, as quebras de sigilo podem ocorrer a partir de março de 2020…

Leia este conteúdo na integra em: Toffoli limita ao período da pandemia quebra de sigilo de empresa suspeita de lavagem

Mission News Theme by Compete Themes.