Press "Enter" to skip to content

Tesouro Direto: títulos públicos recuam nesta 5ª; papéis de inflação oferecem retorno real de até 5,03%

SÃO PAULO – O destaque da cena local está na divulgação de um indicador de atividade econômica do setor de serviços apresentado nesta quinta-feira (14). Na passagem de julho para agosto, o volume de serviços cresceu 0,5%, em linha com as projeções do mercado.

Power BI para Investidores

Os agentes financeiros também repercutem a aprovação do texto principal do projeto que fixa o ICMS incidente sobre os combustíveis.

Enquanto isso na cena externa, as atenções estão nos dados de emprego e de inflação nos Estados Unidos. Investidores repercutem ainda o anúncio feito pela Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês), que elevou a previsão da demanda global por petróleo.

Nesse contexto, o mercado de títulos públicos recua nesta manhã. Na abertura das negociações, o título prefixado com vencimento em 2024, por exemplo, oferecia remuneração de 9,92% ao ano, contra 9,95% na sessão anterior. Já as taxas pagas pelos papéis com vencimento em 2031 caíam de 10,88% para 10,78%, no começo da manhã.

Nos títulos atrelados à inflação, o Tesouro IPCA+ e vencimento em 2026 oferecia retorno real de 4,65% ao ano, o que representa um recuo em relação aos 4,71% vistos na tarde de quarta-feira (13).

No caso do Tesouro IPCA+ com vencimentos em 2055 e juros semestrais, o juro real pago era de 5,03% no início das negociações de hoje. Um dia antes, o papel oferecia retorno real de 5,07% ao ano.

Confira os preços e as taxas atualizadas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto na manhã desta quinta-feira (14):

Fonte: Tesouro Direto

Serviços

O radar local tem como destaque a divulgação do volume de serviços, que avançou  0,5% em agosto na comparação com julho. Essa é a quinta taxa positiva seguida, conforme dados apresentados nesta quinta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Já na comparação com agosto do ano passado, o volume de serviços cresceu 16,7%, sexta taxa positiva consecutiva. No acumulado do ano, o setor avançou 11,5% frente a igual período do ano anterior.

Em 12 meses, ao passar de 2,9% em julho para 5,1% em agosto, o setor manteve a trajetória de elevação iniciada em fevereiro deste ano (-8,6%) e alcançou a taxa mais alta da série histórica, iniciada em dezembro de 2012.

A expectativa de analistas ouvidos pela Refinitiv era de alta de 0,5% frente ao mês imediatamente anterior, e de 16,3% frente ao mesmo período do ano passado.

Na avaliação de Alberto Ramos, chefe de pesquisa econômica para América Latina do Goldman Sachs, os serviços mostraram uma “sólida expansão” entre julho e agosto.

Com isso, a expectativa agora, segundo o analista, é que os serviços mais impactados durante a pandemia, especialmente aqueles prestados às famílias, continuem a se recuperar nos próximos meses com o avanço da vacinação, reabertura econômica e renovação dos estímulos fiscais.

Ramos, no entanto, ponderou que a aceleração da inflação juntamente com o aumento das taxas de juros, políticas monetárias mais apertadas, ruídos políticos, incertezas, além de interrupções na confiança de consumidores e dos empresários podem diminuir o potencial do setor de serviços.

ICMS e precatórios

Na frente política, o destaque está na aprovação do texto principal de projeto (PLP 11/2020) que fixa o ICMS incidente sobre os combustíveis pelo plenário da Câmara nesta quarta-feira. O texto, relatado pelo deputado Dr. Jaziel (PL-CE), recebeu 392 votos a favor e 71 contra.

Caso a nova regra entre em vigor, o ICMS cobrado em cada unidade da federação será fixo e calculado com base no preço médio dos combustíveis nos dois anos anteriores.

Mas, para que isso ocorra, o texto ainda precisa ser analisado pelo Senado Federal e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Os governos estaduais afirmam, no entanto, que sofrerão perda de R$ 24 bilhões com o projeto que muda o cálculo do ICMS, e apontaram a política de preços da Petrobras como a verdadeira responsável pelos preços altos praticados no país.

Também na véspera, Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, disse que a PEC que reformula o pagamento dos precatórios da União deve ser votada na semana que vem pela Casa e que o projeto deve ter uma “vitória tranquila”.

“Na próxima semana todos os prazos estarão vencidos e a gente trará a plenário. Eu acredito numa vitória tranquila dessa PEC, porque há a necessidade realmente de se organizar o Orçamento do Brasil”, disse Lira em entrevista à CNN Rádio ontem.

Cenário internacional

O destaque na cena externa está nos dados do índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, que avançou 0,5% em setembro na comparação com agosto, conforme dados com ajustes sazonais publicados hoje pelo Departamento do Trabalho americano.

O resultado veio abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam aumento de 0,6%. Já o núcleo do PPI, que exclui os preços mais voláteis de alimentos e energia, avançou 0,2% na comparação mensal de setembro.

A projeção, no entanto, era de expansão maior, de 0,5%. Na comparação anual, o PPI teve alta de 8,6% em setembro, a maior desde que o indicador começou a ser calculado, em novembro de 2010.

Já o número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos teve queda de 36 mil na semana encerrada em 9 de outubro, a 293 mil, segundo dados com ajustes sazonais publicados nesta quinta-feira pelo Departamento do Trabalho americano.

O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam 318 mil solicitações. Já o total de pedidos da semana anterior foi ligeiramente revisado para cima, de 326 mil a 329 mil.

O número de pedidos continuados, por sua vez, teve recuo de 134 mil na semana encerrada em 2 de outubro, a 2,593 milhões. Esse indicador é divulgado com uma semana de atraso.

Também nesta quinta-feira (14), a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) decidiu elevar a previsão da demanda global de petróleo neste ano e no próximo ano, quando o consumo deve exceder os níveis pré-pandemia.

A alteração fez com que o contrato do tipo Brent negociado para dezembro de 2021 tivesse alta de 1,15%, a US$ 84,14 o barril nesta manhã. Enquanto isso o WTI, para novembro de 2021, avançava 1,16%, a US$ 81,37 o barril.

Calcule sua renda com FIIs
Baixe uma planilha gratuita que mostra o retorno com dividendos de uma carteira de fundos imobiliários:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Mission News Theme by Compete Themes.