Press "Enter" to skip to content

SSD no PS5 | Como trocar e quais modelos estão à venda no Brasil

A Sony finalmente deu o pontapé inicial na possibilidade de expansão da memória do PlayStation 5. A empresa revelou que o FireCuda 530, da Seagate, é o primeiro SSD NVMe certificado para funcionar com o console e divulgou a lista de exigências técnicas dos acessórios que funcionam com o PS5. Veio também a atualização de sistema operacional que permite esse uso, liberada em setembro para todos os usuários após um período de testes restrito a apenas alguns jogadores.

PS5: nova atualização de sistema trará áudio 3D para TV e mais PlayStation 5 supera 10 milhões de unidades vendidas e bate recorde O que explica a falta de PS5 e Xbox Series X nas lojas de todo o mundo?

É muita informação de uma vez só, principalmente para os usuários brasileiros, que ainda não podem realizar a expansão de memória do PS5. A versão de testes da atualização que permite o uso de SSDs adicionais, por enquanto, está disponível nos Estados Unidos, Japão, Canadá e França, entre outros países, ainda sem data de ser liberada de forma final. A beta, da mesma forma, também não tem previsão de lançamento além dos territórios indicados.

Cansado de perder tempo procurando preços baixos? Inscreva-se no Canaltech Ofertas e receba as melhores promoções no seu celular!

Mesmo assim, a expectativa dos usuários é grande, já que o PlayStation 5, apesar de ter 825 GB de disco, só libera 667 GB para uso do jogador. Diante do tamanho dos games da nova geração, se trata de um espaço que pode acabar rapidamente, fazendo com que a possibilidade de expansão seja uma alternativa bastante agradável para aqueles que desejarem ter diferentes games instalados ao mesmo tempo.


Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.

Especificações técnicas

Até o momento em que esta reportagem é escrita, apenas um modelo de SSD foi certificado pela Sony para funcionar no PlayStation 5. Trata-se do já citado FireCuda 530, da Seagate, que deve chegar ao mercado internacional ainda neste mês de agosto. Entretanto, isso não significa que o dispositivo será o único a funcionar com o console, apenas que ele é o primeiro a receber o selo de compatibilidade total pelas mãos da fabricante do videogame.

SN850, da Western Digital, é citado pela fabricante como compatível com o PlayStation 5; SSD está disponível no mercado brasileiro a partir de R$ 1.399 (Imagem: Divulgação/Western Digital)

Para a Sony, a ideia é que os usuários sejam capazes de escolher a marca, tamanho e fabricante do SSD que desejam utilizar no console. Para isso, ela divulgou as características técnicas destes discos NVMe, o que também permite que as marcas facilitem essa escolha em suas divulgações — algo que a Western Digital, por exemplo, já está fazendo com o SN850, que afirma ser o primeiro modelo compatível com o PS5 disponível no mercado.

As informações divulgadas pela Sony, indispensáveis para que um SSD NVMe funcione com o PlayStation 5, são as seguintes:

Interface: PCIe Gen4 x4 M.2 NVMe; Capacidade: de 250 GB a 4 TB; Velocidade de leitura sequencial: 5.500 MB/s ou superior; Tamanho: 22 mm de largura máxima; 30 mm, 42 mm, 80 mm ou 110 mm de comprimento; 11,25 mm de altura (incluindo dissipador de calor); Soquete: Socket 3 Key M.

Segundo as recomendações da fabricante, os usuários devem sempre utilizar um dissipador de calor no SSD de expansão, com o tamanho total da peça devendo corresponder às indicações. Além disso, a Sony não garante compatibilidade total com todos os modelos de discos, ainda que eles sigam as especificações liberadas pela empresa — daí a ideia da certificação, citada anteriormente, dando essa confirmação adicional aos jogadores.

Ainda em seus critérios técnicos, a dona do PlayStation 5 afirma que pode haver diminuição da performance nos jogos que estejam rodando a partir do SSD extra, em relação ao disco interno da plataforma. Isso deve ser sentido, principalmente, durante as telas de carregamento dos jogos.

Modelos disponíveis no Brasil e no mercado internacional 

Os SSDs NVMe são uma tecnologia relativamente nova e, nas especificações pedidas pela Sony, é mais nova ainda, o que faz com que a lista de modelos compatíveis com o PS5 seja um bocado limitada. E quando olhamos para a realidade brasileira, temos ainda menos opções com preços bem altos.

O Seagate FireCuda 530 é o primeiro SSD certificado pela Sony para funcionar com o PS5; modelo deve ser lançado em agosto no mercado internacional mas ainda não tem previsão para o Brasil (Imagem: Divulgação/Seagate)

No momento em que esta reportagem é escrita, estes são os SSDs disponíveis no Brasil que podem ser usados na expansão do PlayStation 5 e os preços aproximados no mercado nacional:

Western Digital Black SN850: de R$ 1.399 (500 GB) a R$ 3.899 (2 TB); Gigabyte Aorus 7000S: de R$ 2.500 (1 TB) a R$ 4.800 (2 TB); Samsung 980 Pro: de R$ 799 (250 GB) a R$ 1.799 (1 TB), não acompanha dissipador de calor; XPG Gammix S70: R$ 1.899 (1 TB).

Além disso, no mercado internacional, os modelos a seguir também se encaixam nas especificações liberadas pela Sony. Os valores levam em conta apenas a conversão, sem demais impostos de importação:

Seagate FireCuda 530: de US$ 169,99 pela versão de 500 GB (cerca de R$ 882) até US$ 1.049,99 com 4 TB (aproximadamente R$ 5.540); Patriot Viper VP4300: US$ 299, 1 TB (mais ou menos R$ 1.550); Sabrent Rocket 4 Plus: de US$ 199, 1 TB (aproximadamente R$ 1.033) até US$ 999, 4 TB (cerca de R$ 5.189), não acompanha dissipador de calor; Corsair MP600 Pro: US$ 199, 1 TB (aproximadamente R$ 1.033) até US$ 399, 2 TB (mais ou menos R$ 2.070; Inland Performance Plus: US$ 189, 1 TB (cerca de R$ 891) até US$ 399, 2 TB (cerca de R$ 2.070).

Posso usar HDs externos no PS5?

Depois de tudo isso, você pode estar se perguntando: afinal de contas, porque precisamos usar um acessório tão específico no PlayStation 5? Isso se deve à própria arquitetura do console, que exige uma certa velocidade de leitura de dados para funcionamento com os jogos de nova geração, que possuem recursos específicos que dependem disso. É o caso, por exemplo, das diversas transições entre mundos do recente Ratchet and Clank: Rift Apart.

HDs externos, SSDs e pendrives podem ser conectados à entrada USB do PS5, mas só podem ser usados na instalação de games de PlayStation 4 (Imagem: Divulgação/Sony)

Caso você não tenha instalado a atualização de sistema que habilita o uso, mas ainda assim insista em inserir um SSD no slot, verá uma mensagem de erro na primeira vez que ligar o PS5. A memória adicional não será reconhecida e o console funcionará apenas depois da remoção do módulo, que deve ser reinstalado uma vez que o novo firmware for baixado no console.

A aplicação do update não altera a possibilidade de usar HDs externos, SSDs ou pendrives convencionais por meio da porta USB do console. Entretanto, tais dispositivos seguem funcionando apenas com jogos de PS4, por meio da retrocompatibilidade, enquanto os jogos de nova geração somente rodarão a partir do disco interno do PlayStation 5.

Como instalar o SSD no PS5?

Seguindo a tradição das gerações anteriores, a Sony tornou relativamente fácil o acesso ao slot de conexão do HD adicional no PlayStation 5, bastando apenas a remoção da placa lateral do console e de alguns parafusos. Confira os passos:

1. Desligue o PS5 completamente, pressionando o botão power por três segundos. Remova todos os cabos, dispositivos e a base, caso estejam sendo utilizados;

Imagem: Matheus Bigogno Costa/Canaltech

2. Coloque o console na horizontal e retire a placa lateral superior (a que não tem o símbolo de PlayStation), segurando nas extremidades e puxando para baixo, com gentileza, até destravar;

Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech

3. Localize a porta do SSD, com uma tampa de metal cinza. Retire o parafuso para ter acesso ao slot;

Imagem: Guilherme Sommadossi/Canaltech

4. Dentro do slot, você verá mais um parafuso preto, sobre um espaçador. Retire ambos;

Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech

5. Posicione o SSD NVMe levemente na diagonal e de acordo com a indicação no slot. De acordo com o tamanho, insira o separador no buraco correspondente ao entalhe na parte superior do disco;

Imagem: Divulgação/Sony

6. Encaixe o SSD no espaço e o parafuse, de forma que ele se mantenha conectado e firme. Feche a porta e encaixe a faceplate novamente no console.

Imagem: Divulgação/Sony

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Marvel anuncia quatro novos filmes para 2024 e amplia cronograma da Fase 4 Esta é a maior e mais realista simulação do universo — e você pode baixá-la! Qual é o carro mais rápido do mundo? Nada cringe: 10 jogos antigos que ainda fazem sucesso iPhone 13: horas antes de lançamento, supostas capas oficiais vazam

Mission News Theme by Compete Themes.