Press "Enter" to skip to content

Samsung patenteia tela sob a tela para esconder câmera frontal

A Samsung registrou uma patente para o que pode ser sua primeira tentativa no mundo de câmera frontal escondida abaixo da tela. Diferente do que querem ou já fizeram alguns concorrentes, a ideia proposta pela coreana envolve uma minúscula tela secundária logo abaixo da principal, que fica em um mecanismo capaz de deslizar para baixo e assim revelar o componente para selfies.

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Funciona assim: sabe o buraco dentro do display, utilizado para a câmera frontal nos lançamentos mais recentes da própria Samsung? Então, imagine que o espaço entre a lente desta câmera e o buraco em si fosse preenchido com uma tela secundária.

Na patente da Samsung esta tela seria acoplada em um mecanismo que coloca o display abaixo do principal, assim expondo a câmera quando o usuário precisar de uma selfie, ou para autenticação biométrica. Depois do uso a telinha volta ao seu lugar e, ao menos na ideia, a frente do celular volta a passar a sensação de ter só uma tela mesmo.

Este tipo de ideia parece ser bastante interessante, já que mesmo com uma parte móvel, o smartphone parece proteger o mecanismo do mundo externo. Seja de um dano direto, entrada de sujeira e até mesmo a invasão de água.

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Patente da Samsung propõe câmera abaixo do display (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Patente da Samsung pode garantir boas fotos

Existe até mesmo uma vantagem para o lado da fotografia, já que o sensor frontal não estaria obstruído pela tela. Este detalhe pode garantir a solução do problema que sofre o ZTE Axon 20 5G na qualidade das imagens. Alguns testes mostraram que a solução aplicada pela marca chinesa entregou resultados ruins em qualquer cenário – seja com muita, ou pouca luz.

Por outro lado, um ponto me deixa preocupado e ele está justamente no espaço da junção dos dois displays. Na imagem da patente a sensação é de não existir um ponto visível, mas na prática a coisa pode ser diferente e alguns apps podem sofrer com uma área da interface que não é exibida corretamente.

Outros dois pontos também merecem destaque na minha pitada de sal para a ideia. O primeiro é a presença de partes móveis e a lei universal de qualquer coisa, apontando que estes locais sempre são pontos de fragilidade em qualquer estrutura.

Tudo bem que o trilho parece estar protegido, mas imagine só quando o smartphone resolver visitar o chão. Pode ser uma queda pequena e perfeitamente absorvida pelos componentes fixos, mas vai que o trilho fica empenado, sai do lugar e a telinha secundária não fica mais encaixada como antes.

Outro ponto é o preço de uma novidade. Eu bem me lembro do lançamento do Galaxy A80, marcado como a primeira e única tentativa da Samsung de colocar uma câmera giratória em um smartphone. A construção dele é bacana, mas o intermediário chegou ao mundo custando bastante, no Brasil o valor de lançamento foi maior que o custo do Galaxy S do mesmo ano – ele é o Galaxy S10, levando em consideração a depreciação natural de preços dos smartphones Android.

Claro que uma nova patente não significa que em janeiro a Samsung lançará o Galaxy S21 e um outro smartphone com este recurso. Muito provavelmente este lançamento acontecerá em algum modelo da linha Galaxy A, que já vem recebendo alguns testes da marca coreana. Foi o caso do corpo em metal do Galaxy Alpha e a câmera giratória no Galaxy A80, em um smartphone sem entrada para fone de ouvido e sem microSD.

Com informações: Android Authority e LetsGoDigital.

Samsung patenteia tela sob a tela para esconder câmera frontal

Mission News Theme by Compete Themes.