sexta-feira, abril 2

Rússia consegue obrigar Apple a destacar apps locais no iPhone

A Apple tenta oferecer uma experiência de uso universal em seu ecossistema, mas, às vezes, precisa fazer adaptações locais. Um exemplo vem da Rússia: neste mês de abril, entrou em vigor uma legislação no país que exige que fabricantes destaquem apps nacionais na configuração inicial de um dispositivo.

iPhone 12 Mini (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

iPhone 12 Mini (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

No Twitter, um desenvolvedor que se identifica como Khaos Tian mostrou que a Apple está cumprindo essa lei. O vídeo publicado no perfil mostra que, ao configurar um iPhone pela primeira vez, o procedimento exibe uma mensagem informando que, em respeito à legislação do país, o usuário verá uma lista de aplicativos locais.

De fato, ao avançar com a instalação, o usuário se depara com uma lista de apps russos. Entre eles estão ferramentas como Yandex.Browser, Yandex.Maps e Mail.ru, todas bastante populares na Rússia.

Apesar de uma exigência como essa parecer abusiva, na prática, pouca coisa muda para o usuário, por duas razões. A primeira é que a instalação dos apps listados não é obrigatória. A segunda é que basta ao usuário tocar no ‘x’ no topo da tela para fazer a lista sumir.

Também chama atenção o fato de a lei russa apenas exigir algum destaque para aplicativos locais, mas não determinar quais devem ser exibidos. A seleção é feita pela Apple, portanto.

Note que seguir a legislação russa não implica em abrir mão das próprias regras: a Apple exibe uma seleção de apps locais, mas todos eles devem seguir as diretrizes da App Store para serem incluídos na loja.

Convém lembrar que, anos atrás, o Brasil criou uma exigência parecida para celulares beneficiados pela chamada Lei do Bem (para incentivos fiscais). No entanto, a Apple nunca adotou uma medida similar à do mercado russo por aqui.

Com informações: 9to5Mac.

Rússia consegue obrigar Apple a destacar apps locais no iPhone