quarta-feira, março 3

Redmi Note 10 Pro aparece em fotos com câmera quádrupla e tela AMOLED

Na madrugada desta segunda-feira (22), fotos do Redmi Note 10 Pro foram compartilhadas no Twitter. As capturas revelam as partes frontal e traseira do aparelho em bom nível de detalhes e confirmam o conjunto quadruplo de sensores e o recorte de câmera ainda menor no display. Este deve ser o primeiro celular da linha compatível com redes 5G.

As fotos divulgadas pelo perfil dedicado a vazamentos @miupdateph não fazem muito mais do que antecipar o visual da caixa e parte da aparência do dispositivo. O intermediário da subsidiária da Xiaomi conta com acabamento chamativo com grande destaque para as câmeras traseiras — especialmente o sensor principal — e aproveitamento ainda maior da tela.

Serão quatro lentes e flash LED. Suas especificações e propósitos ainda não foram definidas, contudo, espera-se que sejam lideradas por um sensor de 64 MP, ressaltado com bordas metálicas — algo bastante próximo ao topo de linha divulgado pela companhia, o Redmi K40, e o da sua detentora, o Mi 10T.


CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.

(Imagem: @miupdateph/Reprodução)

Na frente, as informações são ainda mais escassas. A câmera frontal permanece um mistério, mas é estacionada num furo reduzido e sinaliza a presença de display AMOLED; contudo, outros rumores contradizem esse palpite ao informar que o celular teria com tela com taxa de atualização de 120 Hz. A combinação das duas tecnologias não é impossível, mas é extremamente cara e elevaria o nível do intermediário ao padrão dos topos de linha de 2021.

Se adotado o AMOLED, o Redmi Note 10 Pro pode marcar o uso do leitor de digitais sob a tela. Seu predecessor, equipado com tela IPS LCD, conta com o autenticador na lateral direita, caracteristica que gerou recepção mista e que impacta a experiência de usuários canhotos. O sensor mais discreto ainda é um pouco mais lento do que os convencionais em áreas dedicadas no corpo do celular, mas é um toque mais “premium” no conjunto de intermediários da fabricante.

A ficha técnica do Redmi Note 10 Pro seria composta pelo processador Qualcomm Snapdragon 732G, o mesmo que equipa o Poco X3, ligeiramente superior ao 730G, combinado com memórias que podem variar de 6/64 GB a 8/128 GB (de RAM e armazenamento, respectivamente). Os componentes seriam alimentados por uma bateria de 5.050 mAh ainda sem potência de recarga divulgada.

Até agora, rumores sugerem que o intermediário contaria com suporte à conexão 5G na variante Pro Max. A caixa fotografada não revela qualquer informação relacionada à nova geração das redes móveis, o que indica a sua ausência no modelo vazado.

Ainda não há previsão para lançamento dos Redmi Note 10 ou 10 Pro no mercado chinês, tampouco para a apresentação global. Ainda assim, o anúncio ainda deve ser feito no primeiro semestre deste ano.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: