terça-feira, abril 6

Procon-SP notifica Facebook por vazamento que afetou 8 milhões de brasileiros

O Procon-SP notificou o Facebook pelo vazamento de dados que expôs informações de 8 milhões de brasileiros (além de mais de 500 milhões de usuários de outros países) em fóruns online. A fundação quer que a empresa confirme se o incidente realmente aconteceu e quais foram os motivos que desencadearam a exposição.

Ícone do Facebook

Ícone do Facebook (Imagem: Brett Jordan/Unsplash)

O Facebook deverá responder ao Procon-SP qual é a base legal para o tratamento de dados pessoais de brasileiros realizado pela plataforma, informando ainda quais são as medidas utilizadas pela companhia para cumprir a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), qual é o tempo de armazenamento de dados e como é feito o descarte dessas informações.

Segundo a apuração do Tecnoblog, o vazamento contém os seguintes dados para 8.064.916 perfis brasileiros:

  • número de celular;
  • ID do Facebook, código numérico usado no endereço facebook.com/profile.php?id=[número] para acessar seu perfil;
  • nome e sobrenome;
  • gênero (na grande maioria dos casos).

Se confirmar o incidente ao Procon, o Facebook terá que esclarecer quais foram as medidas tomadas para conter o vazamento e o que será feito para reparar os danos causados por ele, bem como apresentar o plano para evitar que a falha não volte a acontecer.

O Procon-SP lembra que “a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), em vigor desde setembro do ano passado, disciplina as regras sobre o tratamento e armazenamento de dados pessoais e protege os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade. O Código de Defesa do Consumidor – Lei Federal 8.078/90 – dá garantias ao consumidor e prevê sanções para empresas que desrespeitem a legislação”.

Para contribuir com as investigações e evitar eventuais multas, o Facebook deve responder as questões até o dia 09 de abril.

Vazamento afetou 5,8% dos usuários do Facebook no Brasil

Segundo informações  de Zlatan Ivanov, 5,8% dos usuários do Facebook no Brasil foram afetados pelo vazamento. Em outros países, o cenário é bem mais alarmante: na Itália, Egito e Arábia Saudito, mais de 90% das pessoas que têm um perfil na rede social foram expostas.

Apesar de a base conter informações sensíveis, como nome completo e telefone, apenas 2,5 milhões de perfis vazados, dos 533 milhões totais, revelam um endereço de e-mail. O número de contas que tiveram a data de nascimento exposta também é relativamente baixo.

Com informações: Procon-SP

Procon-SP notifica Facebook por vazamento que afetou 8 milhões de brasileiros