sábado, fevereiro 27

Preço do bitcoin tem novo recorde e valor de mercado passa de US$ 1 trilhão

O preço do bitcoin quebrou mais um recorde de preço nesta sexta-feira, 19. A criptomoeda passou de 54.500 dólares e superou, pela primeira vez, a marca de 1 trilhão de dólares em valor de mercado. O aumento nas últimas 24 horas foi de cerca de 6%, segundo dados do CoinMarketCap.

Em comparação com empresas, o bitcoin seria a sexta maior do mundo, atrás apenas de Apple, Saudi Aramco, Microsoft, Amazon e Alphabet (Google), que têm valor de mercado superior a 1,4 trilhão, segundo o Companies Market Cap.

O valor de mercado do bitcoin, equivalente a cerca de 5,4 trilhões de reais, também supera todas as empresas listadas na bolsa de valores brasileira somadas. Segundo a B3, 363 empresas têm papeis negociados na Bovespa e, juntas, elas acumulam valor de mercado de 5,3 trilhões.

O movimento de alta mais recente no preço do bitcoin ainda tem relação com o aumento do fluxo de dinheiro institucional, que ficou evidente nesta sexta-feira com a compra de mais 87 milhões de dólares em bitcoin pela Grayscale, que gerencia o maior fundo de bitcoin do mundo — o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) — que é focado nesse tipo de investidor.

Com a compra, a Grayscale ultrapassa a marca de 40 bilhões de dólares em ativos pela primeira vez, sendo 34 bilhões de dólares do GBTC e 6 bilhões do seu fundo de ether, o Ethereum Trust. “A quantidade de ativos sob nossa gestão dobrou desde 1º de janeiro de 2021”, disse o CEO da Grayscale, Michael Sonnenshein, no Twitter.

Nesta semana, o anúncio da intenção de compra de mais alguns bilhões de reais em bitcoin pela MicroStrategy e comentários da BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, com mais de 35 trilhões de reais em ativos, confirmando que a empresa realmente irá investir em criptoativos, também estimularam os novos recordes do bitcoin.

No Brasil, a criptomoeda também atingiu o preço mais alto de sua história, a 293 mil reais nas principais exchanges de criptoativos em operação no país.

No curso “Decifrando as Criptomoedas” da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.