quarta-feira, abril 7

PIS/Pasep: 3 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o dinheiro

A Caixa informou nesta quarta-feira, 7, que cerca de 3 milhões de trabalhadores não sacaram o PIS/Pasep. Deste total, 887 mil não efetuaram o saque do ano salarial para o ano-base 2019 (calendário 2020/2021) e cerca de 1,9 milhão de pessoas não efetuaram o saque referente aos anos anteriores. Juntos, os montantes somam 1,82 bilhão de reais. 

Em ambos os casos, o saque do ano salarial pode ser realizado até o dia 30 de junho. Após esse prazo, os recursos voltam para a conta do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O valor varia de 88 reais a 1.045 reais, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base. 

A renda fixa não morreu. Conheça oportunidades valiosas na modalidade no curso da EXAME Academy

A consulta do direito ao benefício, bem como do valor disponibilizado, pode ser realizada por meio do aplicativo CAIXA Trabalhador, pelo telefone (0800 726 0207) e no site.

Como realizar o saque

O saque do abono salarial deve ser feito com o cartão do cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui ou agências da Caixa. 

Os beneficiários com conta na Caixa, inclusive a conta do tipo poupança social digital, receberam o benefício através de crédito em conta. Para os beneficiários que receberam o seu benefício através de crédito em contas do tipo poupança social digital, a movimentação pode ser realizada com o uso do aplicativo CAIXA Tem.

PIS 2020

Por recomendação da Controladoria-Geral da União, os trabalhadores que deveriam receber o abono salarial de 2020 a partir do segundo semestre só terão acesso ao dinheiro em 2022. No mês passado, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou resolução que muda o calendário de pagamento do PIS/Pasep.

Nos últimos anos, o benefício trabalhista começava a ser pago no segundo semestre de cada ano e terminava de ser pago no primeiro semestre do ano seguinte, obedecendo ao mês de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, ou o dígito final da inscrição do servidor público, no caso do Pasep. Agora, o pagamento só começará no primeiro semestre do exercício fiscal seguinte.

O Codefat também decidiu que, a partir de 2022, o abono será pago sempre no primeiro semestre de cada ano. As datas de pagamento só serão divulgadas no início do próximo ano, quando a base de dados enviada pelos empregadores a partir de outubro de 2021 terminar de ser processada e a lista de beneficiários for concluída.