sexta-feira, fevereiro 26

Pazuello na Petrobras

“Com as ações da Petrobrás esfarelando aqui e lá fora, o ministro Paulo Guedes faz o triste papel de quem perdeu a pauta, o timing e os brios”, diz Eliane Cantanhâde.

“O Brasil foi dormir com a expectativa de reação, até de demissão, do ministro. Mas acordou com ele prometendo um jeitinho de compensar a isenção de tributos do diesel e do gás de cozinha. Patético…

Leia este conteúdo na integra em: Pazuello na Petrobras