sábado, maio 1

Paramount+, novo serviço de streaming, será lançado no Brasil

Um novo serviço de streaming Paramount+ será lançado em 4 de março no Brasil e outros 17 países da América Latina e vai trazer um catálogo com diversos filmes, com mais de 5 mil horas, entre eles os inéditos Meu Pai, que está com quatro indicações no Globo de Ouro (Melhor Filme de Drama, Roteiro, Ator e Atriz Coadjuvante), Posto de Combate, com Orlando Bloom, Fanático, com John Travolta, além de franquias como Missão: Impossível, cuja sétima parte é a grande novidade.

Quer investir para comprar uma televisão nova? Aprenda com o Manual do Investidor

“Paramount+ proporcionará aos consumidores uma experiência premium a um preço competitivo, tornando-o essencial para consumidores e parceiros de distribuição”, disse Kelly Day, presidente de streaming e diretora de operações da ViacomCBS Networks International. No lançamento, os consumidores no Brasil poderão se inscrever para um teste gratuito de sete dias ou por meio de uma assinatura mensal de R$ 19,90.

O novo Paramount+ estará disponível no site ParamountPlus.com e em smartphones e smart TVs, por meio do aplicativo Paramount+ para iOS e Android. O serviço também terá ampla distribuição nos principais parceiros latino-americanos, incluindo Mercado Livre, Claro Brasil, Vivo e Oi.

O serviço contará com as produções do Showtime, com estreias de produções exclusivas, como Black Monday, City on a Hill, Your Honor, The Good Lord Bird, The Comey Rule e Escape at Dannemora, além de Dexter, Ray Donovan e The Affair.

Estão previstas ainda as estreias de American Rust e de The First Lady, estrelado e produzido por Viola Davis como a primeira dama Michelle Obama, Michelle Pfeiffer como Betty Ford e Gillian Anderson como Eleanor Roosevelt.

O Paramount+ também vai trazer novas séries como a terceira temporada de Yellowstone, Two Weeks to Live com Maisie Williams e também The Handmaid’s Tale. Outras produções disponíveis no lançamento incluem Strange Angel e No Activity. Veja outros lançamentos:

The Man Who Fell to Earth, estrelado por Chiwetel Ejiofor, é baseado no romance de Walter Tevis de mesmo nome e no filme estrelado por David Bowie. A série seguirá um novo personagem alienígena que chega a Terra em um determinado ponto da evolução humana e deve enfrentar seu passado para determinar nosso futuro.

Em Mayor of Kingstown, Taylor Sheridan apresenta um olhar sobre as maiores falhas dos EUA resumidas em uma cidade. Outras novidades incluem Lioness, do criador Taylor Sheridan; The Offer série baseada no produtor Al Ruddy, com experiências não reveladas de O Poderoso Chefão, um dos grandes filmes da Paramount, do escritor Michael Tolkin; Guilty Party e The Harper House, ambos produzidos pela CBS Studios; Halo; Y: 1883; e Two Weeks to Live, estrelado por Maise Williams, escrito e dirigido por James Lafferty e Stephen Colletti (One Three Hill), que também estrelam o show, ainda inclui o hit indie Everyone is Doing Great.

Para as crianças, amparado principalmente na biblioteca da Nickelodeon, o Paramount+ vai trazer Kamp Koral: SpongeBob’s Under Years: o primeiro spinoff de Bob Esponja. Kamp Koral é uma série original animada em CG que leva os espectadores de volta ao tempo em que os personagens icônicos da Fenda do Biquíni se encontraram pela primeira vez em um acampamento de verão.

Também está prevista a estreia de The Astronauts, a primeira coprodução do Nickelodeon Animation Studios com Imagine Kids + Family, é uma nova série live action que segue um grupo de crianças que embarca numa grande aventura quando são lançadas ao espaço por engano.

Já o formato de reality shows vai trazer estreias de formatos da MTV, como De Férias Com o Ex Brasil, De Férias Com o Ex Brasil: A Treta Não Tira Férias e Are You The One? Brasil, além de um catálogo com sucessos como Jersey Shore, Ex on the Beach e Catfish.

Finalmente, sob o selo Paramount+ Originals, o serviço vai estrear The Envoys, um thriller sobrenatural produzido pelo diretor e roteirista argentino Juan Jose Campanella, estrelado por Luis Gerardo Mendez e Miguel Angel Silvestre; e Cecilia, uma comédia dramática protagonizada por mulheres, do escritor e diretor também argentino Daniel Burman, estrelada pela atriz mexicana Mariana Treviño.