sábado, março 6

Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (06/03/2021)

Primeiro sábado de março, ou seja, como é início de mês, as plataformas de streaming e VOD capricharam nos lançamentos. Isso significa que nossa lista de melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online está repleta de títulos bem recentes, de 2020 e 2021. Alguns deles, como a série mais comentada do momento, tem fãs que não aguentam a ansiedade há dias. Então pega a pipoca e o suco de groselha, porque a seleção desta semana está com os títulos mais comentados do momento!

Tem algumas estreias do cinema que tentam ganhar mais espaço online depois de terem a suas bilheterias profundamente afetadas pela pandemia, documentários investigativos, filmes premiados e elogiados pela crítica, a estreia da sequência de um clássico dos anos 1980, filme teen, terror, um “cult” e a estreia do episódio final da série que abriu a Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel em 2021.

Ficou curioso para saber que filmes e séries são esses? Então dá uma olhada nas nossas dicas do que assistir online neste final de semana. Para facilitar ainda mais a sua vida, o Canaltech sempre acrescenta trailer e uma pequena descrição de cada produção, além de incluir os links para os serviços em que elas estão disponíveis, assim o seu trabalho é basicamente apenas apertar o play. Veja quais te agradam, prepare a sala, reúna toda a família e divirta-se!


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

10. Convenção das Bruxas

 

Convenção das Bruxas chegou atiçando a curiosidade de muita gente. Como filme de bruxa, é uma fantasia voltada para o público infantil, mas com potencial para agradar também os adultos. Além disso, é uma nova adaptação dos livros de Roald Dahl, que renderam também o homônimo de 1990, estrelado por Anjelica Huston no papel que, no filme de 2020, foi personificado por Anne Hathaway.

A equipe também é bastante animadora, sobretudo pela direção de Robert Zemeckis, o mesmo diretor de títulos adorados como De Volta para o Futuro, Forrest Gump: O Contador de Histórias e Contato, além de ser o atual diretor do live-action de Pinóquio, da Disney. Esses são os prós.

Agora os contras: Infelizmente, as bruxas do filme foram caracterizadas de uma forma diferente (e que não encontra respaldo no livro), o que levou o título a ser acusado de capacitismo.

Para quem quiser tirar suas próprias conclusões, Convenção das Bruxas está disponível para compra na iTunes, na Play Store e na Microsoft Store.

Leia também:

9. O Falsificador Mórmon

 

A Netflix sabe que tem um adorável público muito fiel aos seus lançamentos de documentários investigativos. Alguns desses, são especiais por mexerem com a curiosidade e o imaginário do público, como é o caso de O Falsificador Mórmon, que, além de trazer um crime para o centro da investigação, ainda traz o fato de a história estar imersa no universo Mórmon, a religião dos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

A minissérie da Netflix tem três episódios dirigidos por Jared Hess (Napoleon Dynamite e Nacho Libre) e Tyler Measom (An Honest Liar). Na produção, Jannat Gargi, que esteve também na equipe de Lixo Extraordinário. A minissérie documental “investiga três atentados a bomba que mataram duas pessoas e alarmaram Salt Lake City em 1985. Após os crimes, a comunidade ficou ainda mais surpresa quando uma coleção de cartas e diários mórmons antigos foram encontrados destruídos no carro da terceira vítima”.

O Falsificador Mórmon estreou com exclusividade na Netflix.

Leia também:

8. Spell

 

Alguns filmes são bastante reveladores por nos mostrarem algo que nunca pensamos. Por outro lado, os filmes podem revelar muito sobre nós e isso vai depender muito de como julgamos os personagens e suas reações a determinadas situações. Nem sempre, no entanto, os melhores filmes para isso são necessariamente os melhores e mais aclamados. Não vou mentir, Spell não é lá excelente, mas tem muitas coisas que valem a pena. A reflexão, sobretudo, vale a pena.

Spell é realizado por Mark Tonderai, que havia dirigido Jennifer Lawrence em A Última Casa da Rua; e tem roteiro de Kurt Wimmer, o mesmo responsável pelos scripts de Equilibrium, O Vingador do Futuro e Caçadores de Emoção: Além do Limite. Com essa equipe, o filme conta a história de um homem que precisa voltar ao lugar onde cresceu, mas acaba nas mãos de uma comunidade de praticantes de hudu (hoodoo) — não confundir com vudu (voodoo).

Spell pode ser comprado ou alugado na Play Store.

Leia também:

7. Berlin Alexanderplatz

 

A sinopse de Berlin Alexanderplatz já assume o filme como cult ao não se dar ao trabalho de nos contar seu conteúdo, indicando ser apenas “uma adaptação moderna de um dos maiores romances do século XX”. No caso, o livro homônimo de Alfred Döblin. Mas como ninguém é obrigado a conhecer Döblin, a gente ajuda: o filme é um drama que acompanha o personagem Franz Biberkopf e se desenvolve no entorno da praça Alexanderplatz, região onde se concentrava a classe operária na Berlim da década de 1920.

O livro fez parte de um movimento artístico chamado “expressionismo alemão”, mesmo nome da corrente que, no cinema, produziu filmes como O Gabinete do Dr. Caligari. De fato, um ícone da arte alemã, o que fez do filme de Burhan Qurbani algo importante por si só. O filme não foi muito bem recebido pela crítica, mas foi indicado ao Urso de Ouro e ao Teddy no prestigiado Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Berlin Alexanderplatz está no catálogo do NOW e pode ser comprado ou alugado na Microsoft Store, no Looke e na Play Store.

Leia também: Os 10 melhores filmes cults para assistir na Netflix

6. Freaky – No Corpo de um Assassino

 

Os anos 1980 voltaram à moda e, com isso, voltaram também os assassinos e slashers, que têm sido revisitados de diversas formas por alguns filmes indies que estão passando um pouco mais longe do radar. Freaky – No Corpo de um Assassino, no entanto, é desses que não pode passar despercebido, assim como Becky, que estreou na semana passada.

Uma mistura interessante de comédia, terror e suspense, o filme acompanha aquelas tradicionais histórias cômicas de pessoas que trocam de corpo. Em Freaky, no entanto, o tradicional fica muito mais tenso com a ideia de que a troca de corpos aconteceu entre uma colegial e um serial killer. Para piorar, eles têm apenas 24 horas para desfazer o acontecido, senão a troca será permanente. Empolgante, não?

Freaky – No Corpo de um Assassino pode ser alugado no Claro Video, além de estar disponível para aluguel ou compra na Play Store e no Looke.

Leia também:

5. Notorious B.I.G. – A Lenda do Hip Hop

 

Há diversos materiais sobre Notorious B.I.G. A própria Netflix, há não muito tempo, lançou Unsolved – Tupac & Biggie, que usa a ficção para contar a história por trás das investigações e das mortes desses dois ícones da música. Se já existem tantas coisas, por que Notorious B.I.G. – A Lenda do Hip Hop merece ser assistido?

Para fazer Notorious B.I.G. – A Lenda do Hip Hop, o diretor Emmett Malloy teve acesso a raras gravações que revelam diversos momentos da vida de Biggie Smalls. Além disso, o documentário conta com entrevistas de amigos próximos e da família de Biggie para nos mostrar uma imagem nunca antes vista do gênio do rap.

Notorious B.I.G. – A Lenda do Hip Hop estreou com exclusividade na Netflix.

Leia também:

4. O Som do Silêncio

 

O Som do Silêncio chegou discretamente, mas chamou um pouco a atenção ao render para Riz Ahmed uma indicação na categoria Melhor Ator de Filme de Drama no último Globo de Ouro. O filme ainda conquistou parte da crítica e do público, o que se deve também à direção de Darius Marder, que realizou O Lugar Onde Tudo Termina. Marder também assina o roteiro ao lado de Abraham Marder, que trabalhou com Marder no premiado documentário Loot.

Em O Som do Silêncio, Ahmed interpreta um baterista de heavy metal que vê sua vida mudar completamente quando percebe que está perdendo a audição. A atuação de Ahmed ficou tão incrível que o ator foi reconhecido por diversas outras premiações, algumas delas especializadas em atuação.

O Som do Silêncio está no catálogo do Amazon Prime Video e agora também pode ser comprado ou alugado na Play Store e na Microsoft Store.

Leia também:

3. Um Príncipe em Nova York 2

 

O clássico de 1988 está ganhando uma sequência, só que 33 anos depois do original. Eddie Murphy e Arsenio Hall estão retornando como Akeem e Semmi em Um Príncipe em Nova York 2, um original Amazon Prime Video. Mas como assim? O primeiro filme deixou algo em aberto? A princípio, não. Mas parece que Akeem deixou um herdeiro do trono na América e precisa retornar ao Queens para criar laços com o seu filho.

Sem John Landis na direção, os personagens retornam sob a direção de Craig Brewer, do remake Footloose: Ritmo Contagiante (2011) e roteirista de A Lenda de Tarzan (2016). Tendo a filmografia de Eddie Murphy em mente, é difícil dizer o que esperar de Um Príncipe em Nova York 2, mas sempre vale a pena, sobretudo se você é fã do primeiro filme.

Um Príncipe em Nova York 2 está no catálogo do Amazon Prime Video.

Leia também:

2. Moxie: Quando as Garotas Vão à Luta

 

Esqueça suas definições de punk, porque Moxie chegou para mostrar uma face ainda pouco conhecida desse movimento. Colorido, sensível, divertido, representativo, leve e necessário, Moxie é o filme teen que todo mundo precisava e não sabia. Para quem leu o livro de Jennifer Mathieu, pode haver umas divergências não muito agradáveis, mas o humor inteligente de Amy Poheler compensa e faz valer o filme.

Curiosamente, a trama sobre meninas de uma escola que se revoltam, é bastante similar ao episódio “Garotas também ficam bravas”, da terceira temporada de Big Mouth. Moxie e a série animada ainda estão conectadas a outro conteúdo do catálogo da Netflix, o documentário Rede de Abuso.

Moxie: Quando as Garotas Vão à Luta estreou na Netflix.

Leia também:

1. WandaVision

 

Desde que WandaVision estreou, quantas teorias você já inventou? Quantas teorias suas já foram derrubadas pela própria série? Quantos falsos spoilers e falsos rumores você leu? Os números não são o que importa, mas tudo isso irá influenciar a experiência de ver o último episódio da minissérie Marvel que está nos salvando um pouquinho do marasmo da pandemia.

Com a chegada do episódio final, esse é o momento que aqueles que gostam de maratonar as séries estavam esperando: ver a história do início ao fim, sem ter que esperar uma semana para descobrir o que estava acontecendo. Vale lembrar que o episódio final é um pouco maior e tem 50 minutos de duração, o que pode deixar os fãs mais aliviados, já que o oitavo episódio terminou deixando muitas coisas em aberto.

WandaVision pode ser assistido pelos assinantes do Disney+.

Leia também:

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: