domingo, fevereiro 28

Opções de venda da Petrobras chegam a disparar 1.500% em sessão de queda de 20% das ações

SÃO PAULO – Enquanto as ações da Petrobras (PETR3; PETR4) registram uma verdadeira derrocada de cerca de 20% na sessão desta segunda-feira (22) em meio à indicação do general Joaquim Silva e Luna no lugar de Roberto Castello Branco pra comandar a estatal, as opções de venda de papéis (puts) da companhia com vencimento em março chegam a disparar quase 1.500% apenas nesta sessão.

A opção PETRO208, que dá direito de vender ações preferenciais da Petrobras a R$ 22,00, subia 1.490% às 16h36 (horário de Brasília), cotada a R$ 1,59. Na máxima do dia, a opção foi a R$ 1,91, alta de 1.810% em relação ao fechamento de sexta-feira, a R$ 0,10. Já a opção PETRO209, com preço de exercício a R$ 21,00, disparava 1.287,50%,  sendo cotada a R$ 1,11.

Na sequência, as opções PETRO229, PETRO245 e PETRO249, com preços de exercício em R$ 23,00, R$ 24,50 e R$ 25, respectivamente, tinham variações de 975% (R$ 2,15), 778,38% (R$ 3,25) e 620% (R$ 3,60), na sequência.

Saiba mais o que está acontecendo com as ações da Petrobras abaixo:

• Crise da Petrobras seria o divórcio do governo Bolsonaro e do mercado?

• Os bancos e casas de análise que cortaram a recomendação para as ações da Petrobras

• Silêncio de Guedes após troca na Petrobras é sinal de que será difícil apaziguar investidores

Entenda em 4 passos como funciona o mercado de opções:

1) O que é uma opção?
A opção é um derivativo negociado na Bolsa de Valores. E como qualquer derivativo, seu preço “deriva” da oscilação do ativo ao qual ela se lastreia. No caso de uma opção de ação, o contrato varia de acordo com as oscilações desta ação na Bovespa – confira a ferramenta de cotações de opções de ações do InfoMoney.

Quem compra uma opção está adquirindo o “direito” de comprar ou vender alguma ação; já quem vende a opção tem a obrigação de atender a exigência daquele que comprou o contrato. Ou seja: se você vendeu uma opção de compra e essa opção for exercida, você terá que vender essa ação ao detentor da opção pelo preço estabelecido; se você vendeu uma opção de venda e ela for exercida, você terá que comprar esta ação ao preço estabelecido.

2) O que é uma opção de compra? E uma opção de venda?
Existem dois tipos de opções: de compra (call) e de venda (put). Quando um investidor compra uma “call”, ele está adquirindo o direito de comprar uma determinada ação a um preço já estabelecido (que é preço de exercício, ou “strike”) até um dia de vencimento já firmado. Para o investidor que compra uma “put”, ele está adquirindo o direito de vender uma ação até um dia determinado a um valor já estabelecido.

3) O que significam as letras e números de uma opção?
Tanto para “call” como para uma “put”, todas as informações sobre o ativo, o preço de exercício e o vencimento já estão explícitos no contrato. As 4 primeiras letras denominam qual ação é o alvo da opção; a 5ª letra define se é uma opção de compra ou de venda e qual o vencimento da mesma; já os números definem qual o preço estabelecido para exercer este direito.

Pegando por exemplo a “PETRO208”, citada acima:
– PETR: a opção refere-se à ação da Petrobras
– O: é uma opção de compra com vencimento em março
– 208: define o preço de exercício da opção (obs: nem sempre o número explícito no contrato é exatamente o “strike” exato de uma opção).

4) Quando vence uma opção?

As opções de ações vencem toda 3ª segunda-feira do mês. Em meses em que há um feriado na 3ª segunda-feira, o vencimento é antecipado para a 2ª segunda-feira.

Em curso gratuito, analista Pamela Semezzato explica como conseguiu extrair da Bolsa em um mês o que ganhava em um ano em seu antigo emprego. Deixe seu e-mail para assistir de graça.

The post Opções de venda da Petrobras chegam a disparar 1.500% em sessão de queda de 20% das ações appeared first on InfoMoney.