terça-feira, abril 6

Novo ministro da Justiça decide trocar comando da Polícia Federal

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, recebeu o aval do presidente Jair Bolsonaro e vai trocar o comando da Polícia Federal. A informação foi revelada pelo jornal “Folha de S. Paulo” e confirmada nesta terça-feira pelo GLOBO. Um “pacote” de mudanças na gestão do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) está sendo elaborado, mas os nomes ainda são mantidos em sigilo.

Anderson Torres tomou posse como ministro da Justiça em cerimônia reservada nesta terça-feira. Ele assumiu o lugar que estava sendo ocupado por André Mendonça, que voltou ao comando da Advocacia Geral da União (AGU). Na última semana, Torres vinha mantendo reuniões com pessoas do seu entorno para elaborar a montagem da equipe.

A principal mudança será na direção-geral da Polícia Federal, hoje sob o comando de Rolando de Souza, nome ligado ao diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem.

Internamente, a troca no comando da PF já era esperada por integrantes da corporação, mas a expectativa é de que ela ocorresse em alguns meses. Agora, a estimativa é de que a troca se efetivará nos próximos dias. O entendimento era de que a permanência de Rolando de Souza só ocorreria por imposição do presidente Bolsonaro ou do grupo ligado a Ramagem.