Press "Enter" to skip to content

Nokia vence contrato para desenvolvimento do 5G no Reino Unido após banimento da Huawei

SÃO PAULO – Nokia assinou um acordo para fornecimento de equipamento de tecnologia 5G com a British Telecom (BT), maior grupo de telecomunicações do Reino Unido. 

O desenvolvimento da quinta geração de rede móvel é motivo de disputa no país e foi marcado pela proibição da multinacional chinesa Huawei de lançar seus equipamentos no país. Segundo informações da CNBC, o acordo sugere que a finlandesa está substituindo o restante da infraestrutura da empresa chinesa na rede 5G da BT.  

Segundo o acordo, a Nokia fornecerá equipamentos e serviços 5G para a BT em todo o Reino Unido. A empresa finlandesa de telecomunicações disse que se tornará o maior parceiro de infraestrutura da empresa britânica com o acordo, sendo responsável por 63% de toda a rede da BT. Os termos financeiros do negócio não foram revelados.

Philip Jansen, CEO do BT Group, disse em um comunicado: “Em um mercado competitivo e dinâmico, é fundamental que façamos as escolhas de tecnologia certas”.

Em julho, Oliver Dowden, ministro da Cultura do Reino Unido, disse que as operadoras de rede móvel no país seriam forçadas a interromper a compra de equipamentos da Huawei até o final do ano. Eles também precisam retirar o equipamento da empresa chinesa de sua infraestrutura até 2027.

O país já tinha restringido a atuação da Huawei, em janeiro, ao criar diretrizes que obrigavam as operadoras de rede móvel do país a reduzirem para 35% a participação da empresa em partes não essenciais de sua infraestrutura até 2023.

Os Estados Unidos realizam uma campanha para conter a influência da multinacional chinesa em todo o mundo. O governo Trump tem conseguido bloquear a oferta de microchips vitais para a empresa e influenciado aliados para restringir a participação da Huawei em suas redes 5G, alegando que a empresa faz espionagem para o governo chinês.

A Huawei nega as acusações, alegando ser uma empresa privada que não pode ser dirigida pelo governo chinês e que nenhuma lei do país exige que empresas nacionais privadas se envolvam em espionagem cibernética.

No Brasil, apesar de nenhum movimento oficial, o receio de um possível banimento da Huawei no leilão do 5G existe por conta do alinhamento político do presidente Jair Bolsonaro com os EUA.

No início do mês, o subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado apresentou uma proposta ao Tribunal de Contas da União (TCU) para que a corte discuta os aspectos geopolíticos envolvidos com o 5G. A ideia é evitar que o país seja influenciado pela proximidade entre Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

 

 

The post Nokia vence contrato para desenvolvimento do 5G no Reino Unido após banimento da Huawei appeared first on InfoMoney.

Mission News Theme by Compete Themes.