Press "Enter" to skip to content

Mastercard anuncia cartão de crédito que dá benefícios em bitcoin

A Mastercard anunciou nesta última terça-feira (27) o lançamento de um cartão de crédito com um sistema de recompensas em bitcoin (BTC) ou em mais de trinta outras criptomoedas. O novo produto é fruto da parceria entre a empresa de pagamentos e a exchange Gemini, fundada pelos irmãos Tyler e Cameron Winklevoss.

Mastercard e Gemini se unem para lançar cartão de crédito com sistema de recompensas em criptomoedas (Imagem: Divulgação/Gemini)

Mastercard e Gemini se unem para lançar cartão de crédito com sistema de recompensas em criptomoedas (Imagem: Divulgação/Gemini)

Chamado de Gemini Credit Card, o cartão será lançado entre junho e setembro, mas ainda não há uma data definida. Inicialmente, será disponibilizado para todos os 50 estados americanos e, posteriormente, deve chegar aos demais países onde a corretora Gemini está presente.

O cartão já havia sido mencionado em janeiro deste ano, mas seu anúncio oficial só foi feito ontem. A Mastercard irá fornecer a infraestrutura de pagamentos para o Gemini Credit Card em sua primeira parceria do tipo com uma empresa de criptomoedas.

Como funcionarão o cartão e as recompensas?

A princípio, trata-se de um cartão comum em sua utilização e emissão, permitindo compras físicas e online. A linha de crédito será definida com base em diversos fatores tradicionais, como renda e histórico financeiro. O cartão físico será produzido em metal, funcionará por aproximação e será focado em segurança, apresentando apenas o nome do usuário, enquanto todas as demais informações serão acessíveis somente através de um aplicativo.

De acordo com um comunicado oficial da Mastercard, o principal benefício do novo produto será um sistema de recompensas, similar a milhas e pontos de fidelidade, mas com criptomoedas. Clientes receberão até 3% do valor gasto em compras qualificadas em mais de 30 moedas digitais disponíveis na listagem da Gemini, incluindo o bitcoin (BTC). Operando sob a bandeira Mastercard, o cartão será aceito na vasta maioria de estabelecimentos ao redor do mundo.

Outro diferencial é que o sistema de recompensas funciona de maneira imediata, ou em “ tempo real”, diferente da maioria que opera em ciclos mensais. Dessa maneira, no momento em que se realiza uma transação, o retorno em criptomoedas é instantâneo e o usuário já pode acessá-lo.

Inicialmente, somente gastos em dólar estão elegíveis para receber recompensas em bitcoin ou em outras criptomoedas. Esse benefício será dividido em três categorias: 3% de retorno em moedas digitais em gastos com refeições, 2% em compras de mercado, mantimentos e afins, e 1% nas demais transações, revelou o comunicado.

Mastercard expande adesão às criptomoedas

“Enquanto mais consumidores procuram entrar no mercado de criptomoedas, o cartão de crédito Gemini oferece a eles um ponto de entrada simples e uma maneira fácil de ganhar moedas digitais como recompensa sem ter que mudar seus hábitos de consumo diários”, disse Tyler Winklevoss, CEO da Gemini. Segundo ele, a Mastercard “continua a evoluir, a atender às demandas da indústria e dos consumidores e a se comprometer com o mercado de criptomoedas”.

Mastercard planeja pagamentos com criptomoedas (Imagem: Alina Kuptsova/Pixabay)

Mastercard planeja pagamentos com criptomoedas (Imagem: Alina Kuptsova/Pixabay)

Já Linda Kirkpatrick, presidente da Mastercard na América do Norte, afirmou que o centro de estratégias da empresa busca oferecer aos clientes flexibilidade na forma de pagamentos, enquanto ainda antecipam as demandas futuras. “Nosso trabalho com a Gemini se baseia nessa posição, conectando as necessidades do consumidor com ativos digitais de próxima geração e oferecendo uma experiência inovadora que redefine o futuro das recompensas e benefícios de cartões de crédito.”

Planos com criptomoedas vão além

No começo de fevereiro, a Mastercard anunciou que irá integrar criptomoedas em seu sistema de pagamentos ao longo de 2021. Essa recente parceria com a Gemini no lançamento do novo cartão de crédito é o primeiro passo concreto dado pela empresa nessa direção. Porém, seus planos são mais ambiciosos.

A Mastercard quer oferecer o processamento de transações com criptomoedas de uma maneira ainda muito pouco vista no mercado: Com pagamentos diretos com moedas digitais, ao invés de realizar conversões intermediárias para dinheiro fiduciário no ato da compra.

“As criptomoedas ainda não se movem em nossa rede. Nossos parceiros do setor cripto convertem os ativos digitais em moedas tradicionais e, em seguida, os transmitem para a rede Mastercard. Nossa mudança é para oferecer suporte direto a moedas digitais, que permitirá que mais comerciantes aceitem criptomoedas”, afirmou Raj Dhamodharan, chefe de produtos cripto da empresa, em uma publicação no blog oficial.

Para ele, oferecer esse tipo de serviço de uma maneira plenamente acessível e em escala global é muito importante uma vez que “esses ativos digitais estão se tornando uma parte mais importante do mundo dos pagamentos”.

Mastercard anuncia cartão de crédito que dá benefícios em bitcoin

Mission News Theme by Compete Themes.