sábado, maio 1

iOS 15: o que esperar da próxima versão do sistema da Apple?

Faltando apenas um mês para a apresentação da Worldwide Developers Conference 2021 (WWDC), previsto para acontecer de 7 a 11 de junho, as expectativas aumentam sobre as novidades que a Apple exibirá para os desenvolvedores de software e aos seus consumidores. O principal tema deverá ser o lançamento das novas versões dos sistemas operacionais de seus dispositivos, tradicionalmente realizado pela empresa nesta época do ano.

Segundo rumores, o iOS 15 deverá apresentar diversas novidades este ano, como mudanças na Central de Controle e aparência da interface, com visual inspirado no macOS Big Sur, novos recursos de sistema, Touch ID sobre a tela do “iPhone 13”, aprimoramento do iMessage e melhorias de desempenho.

O Canaltech preparou uma lista das principais mudanças que deverão ser anunciadas na WWDC21 para o novo sistema operacional da Apple.


Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.

A WWDC21 trará as principais novidades dos sistemas operacionais da Apple – Divulgação/Apple

iOS 15: iPhones compatíveis

As novas atualizações do iOS costumam contemplar uma longa lista de gerações antigas, garantido a durabilidade dos modelos de iPhone lançados há alguns anos.

Desta vez, segundo o MacRumors, há previsão de que a Apple irá priorizar para próxima atualização os aparelhos com processador a partir do A10 Fusion, presentes no iPhone 7 e 7 plus, iPad de 6ª geração e iPod touch de 7ª geração. Isso significa que aparelhos como o iPhone 6s, 6s Plus e SE não serão contemplados com o iOS 15. Abaixo, mostramos a lista dos iPhones compatíveis:

iOS 15: novidades na Central de Controle

A Apple pretende dar bastante atenção à Central de Controle na próxima atualização do iOS. Começando pelo aspecto visual, ela deverá ser mais compacta e ter o design inspirado no macOS Big Sur, compossibilidade de arrastar as composições conforme a organização do usuário.

A Central de Controle do iOS 15 poderá ser inspirada no macOS Big Sur – Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Além disso, a Central de Controle deve ter novos recursos que integram a Tela de Bloqueio. Uma das novidades é a mudança de como o usuário irá lidar com as notificações, com um novo menu que dará opções personalizadas e mais simplificadas.

Espera-se que essa função possibilite definir status que determinarão como o sistema lida com as notificações, caso esteja dirigindo, trabalhando ou dormindo, por exemplo, para permitir ou bloquear alerta sonoro e ainda enviar respostas automáticas em cada situação. Também será possível personalizar o status, tornando a solução simplificada e com mais possibilidades que a existente no iOS 14.

A mudança de visual também deverá ocorrer em todo o sistema, com reformulação de menus e ícones que deverão ser menos “flat” para apresentar sombreamento e perspectiva 3D.

iOS 15: Always On Display em telas Super Retina e Super Retina XDR

O Always On Display é um recurso bastante útil para telas OLED (diodo emissor de luz orgânico) e deverá estrear em iPhones pela primeira vez. Para quem não conhece, o recurso aproveita os benefícios dessa categoria de display para exibir informações, notificações de aplicativos, horário, data, nível da bateria e outras possibilidades mantendo a maior parte da tela desligada.

O recurso Always On Display exibe notificações e aproveita a tecnologia da tela OLED para economizar energia do smartphone – Imagem: Reprodução/EverythingApplePro

Atualmente, o iPhone ainda carrega as tradições das telas LCD e exibe a tela inteira quando recebe qualquer informação ou notificação do aparelho. A novidade do Always On Display é bem-vinda e deverá poupar a bateria de iPhones com tecnologia Super Retina e Super Retina XDR.

iOS 15: autenticação dupla por Face ID e Touch ID

Visando a segurança e praticidade do usuário, a Apple planeja colocar no iPhone mais uma opção de autenticação biométrica. Dessa vez, os rumores apontam que será anunciado o retorno do leitor de impressão digital, o Touch ID, que trabalhará junto ao Face ID nos novos smartphones da Maçã.

Isso significa que o iOS deve contar com uma dupla autenticação biométrica para seus aplicativos e de terceiros. Essa novidade é útil para dar mais segurança a apps com dados sensíveis, como os bancários, por exemplo, que terão uma camada extra de proteção contra fraudes. A autenticação por impressão digital deverá integrar ao display do “iPhone 13” com uma extensa área de reconhecimento e resposta rápida.

Uma das principais novidades do iPhone 13 é o Touch ID integrado à tela – Imagem: Reprodução/WHP

A expectativa é que o componente utilizado seja a segunda geração do “Sensor Sônico 3D”, da Qualcoom. De acordo com especialistas, o sensor irá aproveitar o novo processador do novo iPhone para tornar o processo mais eficiente que o formato atual presente em dispositivos Android.

iOS 15: mais recursos de privacidade

Após apresentar uma grande mudança das políticas de privacidade no iOS 14.5, a Apple também pretende implementar novos recursos que deixarão ainda mais transparente a forma como o aparelho coleta dados do usuário. Um novo menu em desenvolvimento revelará quais aplicativos estão armazenando dados sensíveis silenciosamente.

Ainda existem milhares de aplicativos que utilizam rastreadores especiais para coletar e compartilhar dados, entre eles o número de telefone do usuário e a localização. O novo recurso está sendo desenvolvido para reduzir essa prática e nos deixar ainda mais atentos ao comportamento dos apps no iPhone.

iOS 15: modificações do iPadOS

O iPad recebeu uma grande atualização de sua linha com a apresentação do novo iPad Pro, no mês passado, durante o evento Spring Loaded. A previsão é de que o iPadOS 15 também será lançado com muitas implementações novas no software. A princípio, a Apple planeja a mudança mais significativa da tela inicial desde o lançamento do primeiro iPad, em 2010.

Os Widgets, uma das novidades do iPhone no iOS 14, aparecerão no iPadOS 15 com mais possibilidades de interação, exibindo tempo, lembretes, cotações da bolsa de valores, entre outras informações, em qualquer lugar da tela.

Outras novidades ainda deverão aparecer para o iPadOS conforme a proximidade da WWDC21.

iOS 15: iMessage compatível com outros dispositivos

A Apple está planejando aumentar a gama de usuários ativos no aplicativo Mensagens. O recurso do iMessage, mensageiro instantâneo compatível apenas entre dispositivos Apple, deverá atuar mais como uma mídia social e competir diretamente com o WhatsApp.

Rumores ainda não esclareceram quais as modificações que serão apresentadas no aplicativo, porém é possível imaginar que o mensageiro finalmente interaja com dispositivos Android e abranja ainda mais a comunicação com aparelhos de outras empresas.

iOS 15: lançamento das versões beta 

A primeira versão beta do novo iOS tradicionalmente é lançada para desenvolvedores no mesmo dia que o sistema é anunciado na WWDC. Se você estiver inscrito no Apple Developer Program, programa da Apple que dá benefícios exclusivos a desenvolvedores de software, garantirá o recebimento do beta em primeira mão.

Para as versões para lançadas ao grande público, a Apple geralmente leva em torno de duas a três semanas, assim que o sistema operacional esteja minimamente utilizável, sem grandes bugs que comprometam a experiência de uso dos testadores. Ainda assim, bugs e demais problemas são frequentes nos betas do iOS, portanto evite utilizá-lo em seu aparelho principal.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: