sábado, maio 8

Índices futuros americanos têm leves quedas, com investidores buscando faturar com papéis valorizados

Os índices futuros americanos têm leves quedas nesta terça de manhã, após uma abertura forte para o mês de maio na véspera, conforme investidores buscam embolsar os ganhos com a venda de ações que se beneficiariam de uma abertura econômica. Os índices Dow e S&P 500 tiveram em abril seu segundo mês consecutivo de ganhos, subindo mais de 11% cada um.

Na segunda-feira, o índice Dow teve alta de mais de 200 pontos, enquanto que o índice S&P 500 teve alta de 0,3%. Ações do setor de varejo lideraram os ganhos, com bons resultados de Gap e Macy’s, que subiram mais de 7%. Urban Outfitters e Kohl’s subiram mais de 5%, enquanto que a Macy’s subiu mais de 7%.

Países continuaram a relaxar as restrições da pandemia em meio à vacinação. O governador Andrew Cuomo, de Nova York, anunciou na segunda que a maior parte das restrições de ocupação serão retiradas nas cidades de Nova York, Nova Jersey e Connecticut. O serviço 24 h de metrô deverá ser retomado neste mês.

O governador do estado da Flórida, Ron DeSantis, assinou uma ordem executiva que suspende as restrições de saúde restantes no estado.

O megainvestidor Warren Buffett afirmou no sábado que está vendo “inflação muito substancial” entre a coleção de negócios abarcada pela Berkshire Hathaway em meio à recuperação econômica.

As bolsas asiáticas fecharam a segunda-feira com resultados variados entre si. Grandes mercados do Japão e da China continuam fechados para feriados. O índice Hang Seng index, de Hong Kong, subiu 0,65%; na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,64%.

Investidores continuam a monitorar a crise humanitária na Índia, que mantém um forte ritmo de contaminações, acima de 350 mil por dia. Na segunda, a Organização Mundial de Saúde alertou que um de cada três novos casos registrados no mundo vem da China. Apesar disso, os índices Nifty 50 e BSE Sensex tiveram ganhos de 0,16% às 12h40 do horário local.

O índice Eurostoxx se mantém estável. O setor de recursos básicos tem alta de 0,8%, enquanto que ações de tecnologia caem 0,6%.

A fabricante francesa de aviões, Dassault Aviation teve alta de 7%, liderando o Eurostoxx, após o Egito anunciar que encomendou 30 jatos Rafale. A empresa Pandora, do setor de joias, teve alta de 6% depois de reportar uma alta nas vendas no primeiro trimestre e elevar a sua guidance para o ano. A empresa suíça de recrutamento Adecco teve queda de 4,4% depois da divulgação de seus resultados do primeiro trimestre.

Veja o desempenho dos principais indicadores às 6h30 (horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), -0,21%
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,39%
*Dow Jones Futuro (EUA), -0,1%
Europa
*Dax (Alemanha), -0,71%
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,42%
*CAC 40 (França), +0,17%
*FTSE MIB (Itália), -0,1%
Ásia
*Nikkei (Japão), não abriu
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,7% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,64% (fechado)
*Shanghai SE (China), não abriu
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +1,27%, a US$ 65,32 o barril
*Petróleo Brent, +1,39% a US$ 68,48 o barril
*Bitcoin, -4,08%, a US$ 56.198,69
**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com queda de 3,72%, cotados a 1088,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 168,14 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,47

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 170 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.

The post Índices futuros americanos têm leves quedas, com investidores buscando faturar com papéis valorizados appeared first on InfoMoney.