terça-feira, abril 6

Ibovespa futuro em queda com cenário misto no exterior; dólar cai a R$5,64

Quadro geral do dia às 9h15:

  • Ibovespa futuro abre em queda de 0,39%, aos 117.248 pontos
  • Dólar abre em queda de 0,57% contra o real e é negociado a 5,64 reais
  • EUA: Dow Jones futuro tem queda de 0,1%, S&P 500 futuro cai 0,13% e Nasdaq futuro recua 0,07%
  • Índice pan-europeu STOXX600 avança 0,81%
  • Rendimento dos títulos de 10 anos do Tesouro americano registra queda de 0,028% para 1,692%

O Ibovespa futuro abre a terça-feira, 6, em queda após forte alta de 1,97% na véspera. O índice continua a acompanhar o movimento do mercado americano, que recua nesta manhã com as bolsas passando por uma correção depois dos novos recordes do pregão de ontem.

Quer saber como investir nas ações mais promissoras da bolsa? Conheça os relatórios da EXAME Invest Pro

Na segunda-feira, os índices Dow Jones e S&P 500 renovaram suas máximas em resposta a dados do mercado de trabalho dos EUA divulgados na última semana, que apresentaram a maior criação mensal de empregos desde agosto do ano passado.

Já as bolsas europeias operam em alta, repercutindo os dados positivos de EUA e China na volta após o feriado de Páscoa, que deixou os mercados da região fechados na segunda-feira. 

Por aqui, o mercado continua atento às sinalizações de que governo e Congresso estão próximos de um acordo para o Orçamento de 2021. O texto aprovado pelo Congresso tem inconsistências que poderiam levar o presidente Jair Bolsonaro a cometer crime de responsabilidade fiscal caso sancionasse o atual Orçamento.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse em evento na tarde de ontem que o acordo sobre o texto caminha para veto parcial do presidente e que as reformas administrativa e tributária devem ser aprovadas ainda neste ano. Bolsonaro tem até o dia 22 de abril para sancionar o Orçamento.

E, embora não tenha feito preço no mercado na segunda-feira, o avanço contínuo da pandemia segue trazendo preocupações. O Brasil ultrapassou ontem a marca de 13 milhões de casos de Covid-19. São 332.752 óbitos e 13.013.601 casos confirmados da doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde.