quarta-feira, abril 28

Hotline é o app do Facebook que combina Clubhouse com Instagram Live

Todos nós sabemos que o Mark Zuckerberg não gosta de ficar de fora das tendências em plataformas sociais — logo, é óbvio que ele não demoraria em tentar criar um rival para o Clubhouse, aplicativo que se tornou extremamente popular em poucas semanas após ser mencionado por Elon Musk. Pois bem: esse “concorrente” indireto foi revelado nesta quarta-feira (7) e se chama Hotline. Usamos a palavra “indireto” porque, no fim das contas, a novidade atrelada ao Facebook não é exatamente uma cópia do app em questão.

A ideia do Hotline é a seguinte: você cria uma sala de transmissão de vídeo ao vivo (aos mesmos moldes do Instagram Live) e interage com o público em uma sessão de perguntas e respostas (Q&A). Quem estiver assistindo pode enviar suas dúvidas por texto ou por áudio, sendo possível banir rapidamente qualquer internauta que esteja lhe atormentando ou atrapalhando o andamento da sessão — aliás, neste primeiro momento, a própria equipe de moderação da rede social lhe ajudará a se livrar desses chatos.

“Com o Hotline, esperamos entender como as perguntas e respostas multimídia interativas e ao vivo podem ajudar as pessoas a aprender com especialistas em áreas como habilidades profissionais, assim como ajuda esses especialistas a construir seus negócios. A Experimentação de Novos Produtos tem testado produtos multimídia como CatchUp, Venue, Collab e BARS, e estamos encorajados a ver os formatos continuando a ajudar as pessoas a se conectarem e construírem uma comunidade”, afirmou a companhia.


Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Agora vamos às más notícias: por enquanto, o Hotline não terá um aplicativo (nem para iOS e nem para Android), limitando-se a um web app acessível pelo navegador no endereço hotline.co. Nem vá com sede ao pote: o serviço não está disponível no Brasil, já que ele será testado, a priori, somente nos Estados Unidos. E antes que você ligue sua VPN para fingir ser um estadunidense, saiba que, mesmo por lá, ainda existe uma fila de espera para receber um convite e ter a honra de participar das primeiras experimentações.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: