terça-feira, abril 6

Google aumenta segurança contra espionagem em dispositivos Android; Entenda

O Google está fechando o cerco contra malwares e invasões dos mais diversos níveis dentro do Android. Segundo comunicado oficial, a empresa anunciou algumas mudanças em suas normas para desenvolvedores que devem aumentar a segurança dos dispositivos e evitar que softwares mal-intencionados dominem o sistema operacional.

A principal mudança será nas autorizações que novos aplicativos terão ao serem instalados. Agora, o Google não vai mais permitir que eles possam, por exemplo, acessar sua lista de programas presentes no smartphone ou tablet, o que torna o ecossistema mais seguro e à prova de apps maliciosos.

Se o aplicativo de um desenvolvedor atender aos requisitos da política para uso aceitável do inventário dentro da Play Store, ele deverá declarar as permissões de alto risco usando o formulário oficial da plataforma do Google. Se esse documento não for preenchido ou os requisitos não forem atendidos, o app poderá ser excluído da loja.


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

De acordo com o Google, as novas normas entram em vigor a partir do dia 5 de maio. Essas alterações vão afetar, sobretudo, àquelas aplicações direcionadas ao Android API a partir do nível 30 e em dispositivos que executam o Android 11 em diante.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: