Press "Enter" to skip to content

Futuros americanos têm leve alta e bolsas europeias registram baixa; Fed e commodities seguem no radar

Os índices futuros americanos permanecem estáveis nesta sexta (18) pela manhã, com leve tendência de alta, enquanto que as bolsas europeias têm leve tendência de queda e as asiáticas fecharam o dia com desempenhos variados. Investidores continuam a digerir as sinalizações de quarta do banco central dos Estados Unidos, que vem sendo acompanhada de alta do preço do dólar e queda dos preços das commodities.

As bolsas dos Estados Unidos registraram dois dias de quedas após a divulgação na quarta (16) da declaração do Comitê Federal do Mercado Aberto (Fomc na sigla em inglês) do Federal Reserve.

A instituição anunciou que pretende manter suas taxas de juros referenciais inalteradas no momento, elevou sua expectativa de inflação para 2021. E adiantou para 2023 o plano de elevar as taxas de juros, atualmente próximas a zero. A divulgação dos dados contribuiu para levar a quedas nos mercados de ações.

Na quinta (17), o Departamento de Emprego dos Estados Unidos informou que o número de novos pedidos de seguro-desemprego subiu inesperadamente na semana passada, totalizando 412 mil, acima da estimativa de 360 mil e 37 mil a mais do que na semana anterior.

O Dow Jones fechou com queda de 0,62%; o S&P caiu 0,04%; e o Nasdaq subiu 0,87%. Na semana, o Dow acumula queda de 1,9%; o S&P recua 0,6%; e o Nasdaq tem alta de 0,65%.

Os preços das commodities continuam a ter quedas, ainda que menos expressivas como registradas na quinta, à medida que a China busca desacelerar a alta dos preços, e o dólar se fortalece. O barril de petróleo WTI, recua 0,183%, e o de Brent, 0,34%. O preço dos índices futuros de cobre, platina e paládio também caem.

As bolsas asiáticas fecharam a sexta com resultados variados, com enfoque dos investidores sobre a queda dos preços das commodities, acompanhando a valorização do dólar.

O Banco do Japão anunciou que pretende manter a política monetária estável, e prolongar a duração de seu programa de estímulo durante a pandemia. Em sua declaração, o banco central japonês afirmou: “No momento, o Banco irá monitorar de perto o impacto da Covid-19, não hesitará em tomar novas medidas expansionistas se necessário e também espera que as políticas de juros de curto e longo prazo se mantenham em seus níveis atuais, ou ainda mais baixos”.

No Japão, o Nikkei recuou 0,19%; na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,1%; na China continental, o Shanghai composto teve uma leve queda, fechando em 3.525,10 pontos, enquanto que o componente Shenzhen subiu 0,769%; em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 0,6%.

As bolsas europeias ficam estáveis, digerindo o anúncio de quarta-feira do Fed e a queda nos preços das commodities. O índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, cai 0,08%, enquanto que as ações dos setores de seguros e bancos caem 1,1%, e as do setor industrial sobem 0,3%.

Segundo dados oficiais divulgados na sexta, as vendas no varejo do Reino Unido caíram 1,4% em maio em comparação com o mês anterior, frente à expectativa de economistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters de alta de 1,6%. Segundo o Escritório para Estatísticas Nacionais, lojas do setor de alimentação impulsionaram a queda inesperada. Após a divulgação dos dados, a libra recuou ao seu menor nível em seis semanas.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) da Alemanha subiu 1,5% na comparação mensal em maio, superando a estimativa do mercado, de alta de 0,7%. Na comparação anual, o IPP avançou 7,2%, frente à projeção de alta de 6,4%.

Veja o desempenho dos principais índices às 6h30 (horário de Brasília):
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,04%
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,01%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,21%
Europa
*FTSE (Reino Unido) -0,44%
*Dax (Alemanha), -0,22%
*CAC 40 (França), +0,16%
*FTSE MIB (Itália), -0,19%
Ásia
*Nikkei (Japão), -0,19% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,21% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,85% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,09% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, -0,183%, a US$ 70,91 o barril
*Petróleo Brent, -0,34% a US$ 72,83 o barril
*Bitcoin -3,73%, a US$ 37.700,03
**A Bolsa de Dalian fechou com o minério de ferro em queda de 0,17%, cotado a 1203 iuanes, equivalente hoje a US$ 186,86 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,44

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 170 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.

The post Futuros americanos têm leve alta e bolsas europeias registram baixa; Fed e commodities seguem no radar appeared first on InfoMoney.

Mission News Theme by Compete Themes.