terça-feira, abril 6

Empresário do Maranhão foi do garimpo à lista de bilionários da Forbes

Ilson Mateus e Maria Pinheiro são dois dos 11 novos brasileiros a entrar na seleta lista de bilionários da revista americana Forbes. Ex-garimpeiro de Serra Pelada, Ilson Mateus, de 58 anos, está na posição 2.141 do ranking, com um fortuna avaliada em 1,4 bilhão de dólares.

Sua esposa, Maria Pinheiro, ocupa a 2674ª da lista mundial, que começa com o “astro” Jeff Bezos na posição 1 e vai até a posição 2.755. Esse é o número, segundo a revista de pessoas com patrimônio acima de 1 bilhão de dólares no mundo.

No Brasil, a lista tem 30 personalidades e, em primeiro lugar, mantém-se o empresário Jorge Paulo Lemann.

O casal de empresários do Maranhão é proprietário do Grupo Mateus, rede regional de supermercados com forte presença também no Piauí e no Pará, criada há 34 anos. Eles foram alçados à posição após o sucesso do IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) da empresa, em outubro de 2020.

Com arrecadação de 4,63 bilhões de reais, foi uma dos maiores ofertas de 2020 e as ações têm recebido recomendação de compra dos bancos de investimento, como o BTG Pactual, e outras casas de análise. 

Ilson Rodrigues Mateus nasceu em Imperatriz, no Maranhão e é o terceiro filho entre os 6 irmãos. Foi torneiro mecânico e na década de 1980, atraído pela promessa do ouro, foi trabalhar no garimpo de Serra Pelada.

Anos mais tarde, em 1986, Ilson Mateus abriu um pequeno armazém de apenas 50m2 na cidade de Balsas, interior do Maranhão, que se tornaria o primeiro supermercado da Rede Mateus no estado.

O IPO da companhia, feito em 2020, foi a maior estreia de uma empresa com origem na Região Nordeste da história da bolsa brasileira. A demanda foi robusta desde o lançamento da oferta, batendo cinco vezes o volume ofertado.

Além do lote principal, a companhia também colocou no mercado cerca de 75% do lote adicional.

O grupo é a quarta maior empresa de varejo alimentar do Brasil. Dentre os diferenciais destacados pela companhia está sua operação logística. 

Com 137 lojas nos estados de Maranhão, Pará e Piauí, o grupo combina conhecimento do mercado local, escala, logística eficiente, espaço para crescer nas regiões onde já atua e um modelo de negócios multiformato, destacou o banco BTG Pactual em relatório após a oferta inicial na B3.

Apesar das boas perspectivas para o grupo, a compra da rede BIG, que tem forte presença no Nordeste, pelo Carrefour deve colocar um adversário de peso na disputa do grupo Mateus pelos clientes.

O grupo possui operações de supermercados (com as marcas Mateus Supermercado, Mateus Hipermercado e Camiño), atacarejo (com a marca Mix Atacarejo), atacado (com o Armazém Mateus) e móveis e eletrodomésticos (Eletro Mateus). Possui também uma indústria de panificação (com o nome de Bumba Meu Pão) e uma central de fatiamento e porcionamento.