quinta-feira, março 4

DJI FPV é o drone que mescla recreação, esporte e fotografia aérea

A chinesa DJI acaba de anunciar o DJI FPV, seu mais novo modelo de drone que visa conquistar todos os públicos em um só produto. Estamos falando isso porque o gadget pode ser usado tanto para recreação quanto para fins profissionais, incluindo fotografia aérea e corridas profissionais. A novidade já está à venda pelo site oficial estrangeiro da DJI e só deve chegar ao Brasil através de importadores independentes.

Antes de mais nada, vale ressaltar que o DJI FPV tem esse nome por ser compatível com os óculos FPV Goggles V2 da própria marca, o que significa que é possível ter uma experiência bastante imersiva e controlar a aeronave através de seus “olhos” robóticos. O brinquedinho atinge a velocidade máxima de 140 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em apenas dois segundos. A bateria dura 20 minutos de voo.

A câmera embutida no aparelho é capaz de registrar imagens em resolução 4K a 160 frames por segundo, contando com estabilizador de três eixos e um campo de visão de 150 graus. Caso você seja entusiasta de produções em slow motion, também há a opção de gravar vídeos em 120 frames por segundo — porém, neste quesito, a resolução máxima cai para 1080p. Os clipes são codificados em H.265 ou H.264.


Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.

Lembra que falamos sobre diferentes perfis de uso? Pois bem. No modo Normal, o DJI FPV usa seu GPS, seus sistemas de posicionamento e outros sensores para agir como um drone comum, ajudando-o a se manter no lugar (bem mais amigável para pilotos iniciantes). Já no modo Manual, essas assistências são desligadas para que o operador tenha maior liberdade de realizar gravações pelo ângulo que for possível.

 

Por fim, temos o modo Sport, que fica entre ambos ao oferecer uma boa flexibilidade de controle e alguns recursos de segurança para os “apressadinhos” de plantão (como freio de emergência, um recurso de “voltar para casa” e auxílio para pouso e decolagem). Esses modos podem ser facilmente através do DJI FPV Remote Controller 2, que possui um formato similar ao de um gamepad tradicional.

É possível otimizar ainda mais a sua experiência com o drone ao adquirir, por exemplo, o Motion Controller, que substitui o Remote Controller e lhe permite pilotar o DJI FPV só com gestos em uma mão. O acessório custa US$ 199 (cerca de R$ R$ 1,1 mil); também assusta o preço do Fly More Kit, composto por mais duas baterias extras e um carregador inteligente para aumentar o tempo de uso. Ele sai por US$ 299 ou R$ 1,6 mil.

“E o drone em si, Canaltech?” Bom, o DJI FPV, que já acompanha os FPV Goggles 2, um protetor de Gimbal, um Remote Controller 2, cabos diversos e alguns componentes de reposição custa US$ 1,3 mil — ou cerca de R$ 7,3 mil na cotação atual da moeda.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: