domingo, maio 9

Conass defende quarentena a passageiros de países com variantes

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conas) defendeu, nesta terça-feira (04), em ofício enviado ao Ministério Saúde a adoção obrigatória de quarentena de 14 dias para passageiros vindo de países com alta prevalência de variantes da Covid

Leia este conteúdo na integra em: Conass defende quarentena a passageiros de países com variantes