Press "Enter" to skip to content

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em alta, mas PPI chinês pesa em Xangai

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, 14, seguindo o comportamento de Wall Street ontem, mas um salto recorde da inflação ao produtor (PPI) da China pesou no mercado de Xangai.

Power BI para Investidores

O índice japonês Nikkei subiu 1,46% em Tóquio, a 28.550,93 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi avançou 1,50% em Seul, a 2.988,64 pontos, e o Taiex se valorizou 0,24% em Taiwan, a 16.387,28 pontos. Em Hong Kong, não houve negócios hoje devido a um feriado.

Na quarta-feira em Nova York, o Dow Jones ficou estável, mas o S&P 500 e o Nasdaq avançaram, com destaque para empresas de tecnologia, num dia marcado por novos números da inflação ao consumidor (CPI) dos EUA, balanços corporativos e ata de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

Já na China continental, o Xangai Composto caiu 0,10% hoje, a 3.558,28 pontos, após dados mostrarem que o PPI anual chinês atingiu o patamar inédito de 10,7% em setembro, ampliando riscos de estagflação na segunda maior economia do mundo. O menos abrangente Shenzhen Composto, por outro lado, teve alta de 0,20%, a 2.399,26 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom predominante da Ásia e ficou no azul, interrompendo uma sequência de três dias de perdas. O S&P/ASX 200 avançou 0,54% em Sydney, a 7.311,70 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

O post Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em alta, mas PPI chinês pesa em Xangai apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Mission News Theme by Compete Themes.