Press "Enter" to skip to content

Avon, Uber e W+K divulgam assistência a mulheres vítimas de violência

O Instituto Avon, a Uber e a Wieden+Kennedy uniram forças e criaram, em abril, um chatbot para orientar e ajudar as mulheres que estão se sentindo ameaçadas dentro do próprio lar. Agora, na nova fase de divulgação do serviço, um time de mais de 2.900 influenciadoras, lideradas por Rafa Brites e Paula Lima, apresentarão no Instagram o filtro que foi desenvolvido exclusivamente para a campanha.

O filtro acontece em duas etapas: na primeira, aplica uma maquiagem e tira as olheiras; e na segunda, o efeito dá lugar à mensagem: “usar a maquiagem para esconder a violência não é a solução” e disponibiliza o telefone do chatbot. As influenciadoras divulgarão também um vídeo motivacional, que reforça a mensagem de que ela não está sozinha.

Com o objetivo de encorajar a busca por ajuda, a ação quer alcançar o máximo possível de mulheres para incentivá-las a dar o primeiro passo para mudar a realidade na qual estão inseridas, que é pedir ajuda. Para utilizar o chatbot basta acionar o número (11) 94494-2415, via WhatsApp.

“A maquiagem deve valorizar a mulher, jamais esconder marcas de violência. O filtro que criamos não melhora só as olheiras, mas busca ajudar a lidar com a causa delas. Esperamos com essa nova onda de comunicação do chatbot ampliar nossa mensagem para o público de mulheres entre 16 e 40 anos, especialmente”, diz Mafoane Odara, gerente do Instituto Avon.

Para encontrar o filtro na rede social basta procurar por “Renove seu olhar”.

 

 

The post Avon, Uber e W+K divulgam assistência a mulheres vítimas de violência appeared first on Exame.

Mission News Theme by Compete Themes.