quarta-feira, abril 7

Auxílio emergencial fica “em processamento” enquanto governo faz nova avaliação

O governo começou a distribuir o auxílio emergencial de 2021 na última terça-feira (6) para quem nasceu no mês de janeiro. No entanto, diversas pessoas se queixam que o benefício aparece “em processamento” no app Caixa Tem. O governo afirma estar realizando uma nova avaliação antes de liberar o dinheiro – de R$ 150 a R$ 375 por família, dependendo de sua composição.

Aplicativo Caixa Tem (Foto: Lucas Lima/Tecnoblog)

Aplicativo Caixa Tem (Foto: Lucas Lima/Tecnoblog)

O Ministério da Cidadania explica ao G1 que, se o beneficiário encontrar o status “em processamento”, isso significa que o pedido “está passando por uma nova avaliação, realizada a partir das informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais”.

E isso pode demorar: primeiro, a Dataprev deve processar os lotes restantes dos que receberão o auxílio, para então reprocessar quem foi retido no primeiro lote. Só então o pagamento será feito, se for mesmo liberado; o ministério garante que o valor será pago após a conclusão do processo.

Algumas pessoas ficaram apreensivas com a falta de prazo, porque nascidos em janeiro têm até 12 de abril para abrir contestação – o que ainda não é possível, já que o auxílio não foi aprovado nem negado.

Isso não está sendo comunicado muito bem: o app do Caixa Tem diz apenas que “estamos processando seus dados para analisar sua elegibilidade para o Auxílio Emergencial 2021”. (Quem faz o processamento é a Dataprev.)

Caixa Tem mostra que auxílio está em processamento (Imagem: @mzjesssie / Twitter)

Caixa Tem mostra que auxílio está em processamento (Imagem: @mzjesssie / Twitter)

Menos pessoas recebem auxílio emergencial de 2021

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirma que o banco pagou o auxílio para todas as pessoas cujos nomes já foram enviados pelo governo. Foram mais de 2,4 milhões de beneficiados nascidos em janeiro, com esses valores:

  • R$ 150 para quem mora sozinho;
  • R$ 250 para famílias;
  • R$ 375 para mães solteiras.

“Sou das primeiras da leva de abril. Continuo na mesma situação, me enquadrando para recebimento do auxílio”, diz uma usuária do Twitter. “Tiveram tanto tempo para pesquisar informações. Por que eu e muitos continuamos em processamento?”

Acontece que nem todo mundo que recebeu o auxílio no ano passado será contemplado em 2021: agora, haverá apenas um beneficiário por família – antes eram até dois. O ministério dá a entender que, por causa desse filtro, está realizando os novos processamentos.

Auxílio emergencial fica “em processamento” enquanto governo faz nova avaliação