quinta-feira, abril 8

Auxílio emergencial em processamento deve ser liberado nos próximos dias

Se cadastrou para receber o auxílio emergencial 2021, mas o status do benefício ainda está “em processamento”? Segundo o Ministério da Cidadania, isso indica que o pedido está passando por uma nova avaliação, realizada a partir das informações mais recentes disponíveis nas bases de dados governamentais. Questionado sobre o prazo para a análise das informações e consequente aprovação ou não do benefício, o Ministério informou, em nota, que as informações serão disponibilizadas nos próximos dias, sem dar maiores detalhes.

As dívidas tiram o seu sono e você não sabe por onde começar a se organizar? A EXAME Academy mostra o caminho

Caso você seja um beneficiário do Bolsa Família, esses status tem maior probabilidade de aparecer, já que as informações dos cadastrados no programa, mesmo a da primeira parcela, ainda estão sendo analisadas pelo governo.

Quem tiver o benefício liberado nos próximos dias fará parte do calendário do segundo lote, já divulgado pela Caixa. O novo processamento é necessário porque, ao utilizar informações mais recentes o governo considera a possibilidade de perda de emprego e renda em meio à pandemia, explica a Dataprev, em nota. “A base analítica foi atualizada no dia 5 com dados mais recentes e o reprocessamento foi iniciado no dia 6″. 

Na última sexta-feira, 2 de abril, foi liberada a consulta ao primeiro lote de aprovados para receber o auxílio emergencial 2021. O processamento do primeiro lote foi finalizado no dia 30 de março. As pessoas que forem consideradas inelegíveis têm dez dias corridos para contestações. O prazo segue até o dia 12.

O primeiro lote de processamento contemplou o público inscrito no Cadastro Único, mas que não faz parte do Programa Bolsa Família (PBF), e os cidadãos que solicitaram o auxílio emergencial por meio dos canais da Caixa (informais, microempreendedores individuais e desempregados, entre outros).

Fundos que rendem e que estão prontos para uma emergência? Temos! Assine a EXAME Invest Pro

Têm direito ao auxílio emergencial 2021 quem já estava recebendo, em dezembro do ano passado, o benefício, criado pela Lei n.º 13.982/2020, e a extensão do benefício, instituída pela Medida Provisória n.º 1.000/2020, e que se enquadram nos critérios definidos pela MP n.º 1.039/2021.

O recebimento do benefício está limitado a uma pessoa por família, mesmo que o grupo familiar conte com mais de uma pessoa com direito ao auxílio. As informações sobre a operacionalização do auxílio emergencial 2021 estão detalhadas no “Tire suas dúvidas” do Ministério da Cidadania.

O governo estima alcançar cerca de 40 milhões de famílias com o benefício neste ano.