segunda-feira, março 1

Android 11 da Samsung exagera ao fechar apps em segundo plano

A Samsung liberou a atualização da One UI 3.0 com Android 11 para diversos modelos de celulares nos últimos meses, com mais alguns para receber o update em breve. No entanto, a nova versão do sistema parece estar sendo rigorosa demais com o gerenciamento de aplicativos – ao menos é o que indica o DontKillMyApp, site que classifica fabricantes de acordo com a sua agressividade ao encerrar apps em segundo plano.

Samsung Galaxy S20 Fan Edition (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Samsung Galaxy S20 Fan Edition (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

De acordo com o site, a Samsung passou a impedir que os aplicativos funcionem em segundo plano por padrão como uma forma de otimizar a duração da bateria. A ação, que vai contra as políticas de gerenciamento de processos do Android, levou a sul-coreana da terceira posição ao topo do ranking.

A equipe do DontKillMyApp explica que é possível reverter a situação manualmente, mas para isso os usuários precisam entrar em “Configurações” > “Aplicativos” e procurar pelo app que não deseja limitar. Nas configurações do app, é necessário entrar em “Otimizar o uso da bateria”, selecionar “Todos os aplicativos” e procurar pelo programa em questão, desativando a chave ao lado dele.

Configuração pode interromper recursos importantes

Uma das principais consequências do encerramento exagerado de apps em segundo plano pode ser o mau funcionamento de recursos importantes, como os que coletam informações para aplicativos de saúde, por exemplo.

Apesar de, em tese, não ser capaz de impedir a execução das notificações de COVID-19 que usam a API do Google, a nova política de apps em segundo plano da Samsung pode interferir bastante em programas de terceiros que monitoram atividades físicas para montar relatórios de perda de calorias e práticas de esportes.

Ainda não ficou claro se todos os celulares Galaxy atualizados com a One UI 3.0 enfrentam esse problema ou se as configurações estão limitadas a alguns modelos específicos.

Com informações: Android Authority

Android 11 da Samsung exagera ao fechar apps em segundo plano