Press "Enter" to skip to content

Aché expande para mercado de oftalmologia com dois novos produtos

O mercado de oftalmologia vem crescendo exponencialmente e movimentando bilhões nos últimos anos no Brasil, ritmo que deve manter tendência de alta. Isso porque a exposição a telas e luzes artificiais, impulsionada ainda mais pela pandemia, pode provocar grandes danos à saúde ocular.

Power BI para Investidores

Para atender às necessidades médicas do segmento e oferecer um portfólio cada vez mais completo aos médicos e consumidores, o Aché Laboratórios Farmacêuticos marcou sua entrada no setor de oftalmologia este ano, com produção de dois produtos 100% nacional e com tecnologias que garantem uma formulação sem conservantes.

Em entrevista à Bússola, a presidente do Aché, Vânia Alcântara Machado, fala mais sobre esses produtos inovadores e a expectativa de crescimento do negócio para a empresa.

Bússola: Por que o Aché entrou no mercado de oftalmologia?

Vânia Machado: O Aché mantém um portfólio de produtos atualizado e amplo cobrindo, praticamente, todas as classes terapêuticas. As pesquisas para incrementar o portfólio com o lançamento de produtos são constantes e a área de oftalmologia estava em nosso radar já há algum tempo. No entanto, uma das premissas do Aché para a oftalmologia era de estabelecer um portfólio de produtos com diferenciais que pudessem ser percebidos como benefícios para os médicos e pacientes.

Uma das plataformas que identificamos foi a de produtos sem conservantes, e assim, o Aché entrou no segmento de Oftalmologia com produção 100% nacional e com o lançamento de dois produtos sem conservantes.

Bússola: Quais são os dois produtos?

Vânia Machado: Inicialmente, o Aché traz ao mercado dois produtos, que foram desenvolvidos após seis anos de estudos e pesquisas clínicas dentro e fora do país.

Os medicamentos são um lubrificante ocular indicado para o tratamento do olho seco, o Laxime e um anti-inflamatório não hormonal indicado após procedimentos cirúrgicos, o Clilon.

Este ano, realizamos o evento online de lançamento, que apresentou aos médicos oftalmologistas a nova linha. Na ocasião, contamos com a participação do vice-presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Cristiano Caixeta.

No evento, Caixeta destacou dados de saúde ocular no Brasil e a importância do apoio da indústria farmacêutica que contribui, não só com a educação médica continuada, mas também com a disponibilização de produtos de qualidade para o tratamento de seus pacientes.

Bússola: Quais são as expectativas da companhia para essa nova linha de negócios?

Vânia Machado: O mercado de oftalmologia movimentou aproximadamente R$ 2 bilhões no país em 2020, sendo que o de lubrificantes oculares é a maior categoria em vendas. Representa aproximadamente 32% deste total.

O objetivo do Aché é se tornar referência na prescrição médica do oftalmologista, tal qual temos reconhecimento com diversas outras especialidades médicas em 55 anos de história.

Faz parte do DNA de inovação do Aché investir em um pipeline de produtos que antecipe tendências e atenda às principais necessidades e anseios dos oftalmologistas para o tratamento de seus pacientes.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Mission News Theme by Compete Themes.