Press "Enter" to skip to content

A bolsa na teia da aranha e outros destaques do dia

O mercado financeiro local viveu hoje um misto de sentimentos — e, como resultado, bolsa, dólar e juros andaram por caminhos distintos. 

Na China, o gigante mostra sinais de desaceleração; no Brasil e nos Estados Unidos, por outro lado, os números de atividade surpreenderam para cima. O impacto positivo, no entanto, foi limitado por aqui, já que o Ibovespa tende a se enrolar nas teias da crise fiscal. 

As novidades são escassas, mas o mercado fica apreensivo com a discussão de questões fiscais relevantes que devem voltar ao primeiro plano em Brasília — especialmente agora que o atrito entre os Poderes parece ser página quase virada.

Para os próximos dias, a reformulação do Bolsa Família e a tentativa de retirada do pagamento de R$ 89 bilhões em precatórios do teto de gastos devem voltar ao primeiro plano. Em busca de definição, o mercado local recebeu com desconforto a troca de alfinetadas entre os ministros Paulo Guedes e Luiz Fux.

Em evento virtual com a participação dos dois ministros, Fux apontou que Guedes seria tão seu amigo que “coloca no colo um filho que não é meu”, se referindo ao tema dos precatórios. Executivo e Judiciário tentam encontrar uma saída para o pagamento da despesa sem comprometer o teto de gastos.

Sinais mistos também estão vindo do exterior. Lá fora, a preocupação com as grandes economias globais segue em primeiro plano: o desempenho abaixo do esperado do varejo chinês acabou afetando negativamente as bolsas asiáticas e européias. Já a atividade industrial americana surpreendeu, levando Wall Street a fechar o dia no azul.

A quarta-feira até começou positiva para a bolsa brasileira, mas o bom humor dos investidores não se sustentou. Mas, com o vencimento de opções pesando sobre o índice pela manhã e as indefinições político-fiscais se arrastando pela tarde, o Ibovespa fechou em queda de 0,96%, aos 115.062 pontos. 

O dólar à vista refletiu os dados melhores do que o esperado nos Estados Unidos e recuou 0,38%, a R$ 5,2375; o mercado de juros futuros, que vinha em uma sequência de alívio após o estresse na semana do 7 de setembro, voltou a subir, pesando mais uma vez a preocupação com os gastos públicos. 

E os dados positivos da economia brasileira acabaram ficando em segundo plano. O IBC-Br, considerado uma prévia do PIB medido pelo Banco Central, avançou 0,6%, acima do esperado pelo mercado, e deu algum ânimo ao Ibovespa no início das negociações, antes do cenário externo passar a pesar por aqui.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quarta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do índice.

TEMPESTADE NA BOLSA
Itaú BBA tira Bradesco, Magazine Luiza e Méliuz da carteira recomendada e corta projeção para o Ibovespa
O banco estabeleceu meta de 120 mil pontos para o índice ao fim do ano; estratégia mais defensiva para carteira agora inclui Energisa, Eneva e WEG.

TÁ CHOVENDO DINHEIRO
Bradespar (BRAP4) vai entregar R$ 5 bi em papéis da Vale (VALE3) aos acionistas e dispara na bolsa; entenda
A holding de investimentos é dona de 5,7% da mineradora e pretende distribuir parte de seus papéis da Vale para reduzir seu capital social.

RALI DAS TECHS
GetNinjas (NINJ3), Locaweb (LWSA3) ou Méliuz (CASH3): saiba qual ação pode subir mais, segundo o BofA
A instituição iniciou a cobertura para os três papéis; dois deles têm recomendação neutra e o outro, de compra.

ALTA DE MAIS DE 900%
Gestora que previu disparada das ações da Tesla vê bitcoin (BTC) a US$ 500 mil
Cathie Wood, fundadora e CEO da Ark Management, que tem mais de US$ 50 bilhões em ativos sob gestão, afirmou que o bitcoin tem espaço para subir mais de 900%.

MAGALU NA LISTA VIP
Luiza Trajano, do Magazine Luiza (MGLU3), é eleita uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time
Nome forte da varejista, Luiza Trajano foi colocada ao lado da ginasta Simone Biles e do CEO da Apple, Tim Cook.

The post A bolsa na teia da aranha e outros destaques do dia appeared first on Seu Dinheiro.

Mission News Theme by Compete Themes.